Herschel: Há 1 Ano Enviava as Primeiras Imagens Que Desde Então Estão Mudando A Astronomia

A Agência Espacial Européia (ESA) lançou impressionantes imagens novas feitas pelo telescópio espacial Herschel. Com essa manchete há um ano atrás eram anunciados os primeiros resultados obtidos pelo Telescópio Espacial Herschel.

As primeiras imagens por ele enviadas para a Terra mostraram principalmente estrelas em formação e têm sido descritas entre as mais importantes imagens já obtidas do espaço por décadas. Os astrônomos esperam que analisando essas imagens, eles serão capazes de responder a perguntas sobre como as estrelas e as galáxias se formaram. O Herschel é o maior telescópio astronômico já colocado no espaço.

Ele registrou imagens de poeiras estelares até então invisíveis. Esse é o material que dá origem as galáxias, estrelas, planetas e toda a vida que existe no universo e com os astrônomos estudando esse material será possível seguir como ocorre o ciclo de vida no cosmos.

Bruce Swinyard do Rutherford Appleton Laboratory em Oxfordhire no Reino Unido é um dos membros da equipe de pesquisa que desenvolveu o instrumento chamado de Spectral and Photometric Imaging Receiver (SPIRE) que viaja a bordo do Herschel, um dos três instrumentos que fazem parte dos olhos do telescópio.

Esses três detectores permitem ao Herschel ver os comprimentos de onda do infravermelho distante e das ondas de rádio sub-milimétricas, permitindo investigar as nuvens de gás e poeira e observar as estrelas que estão ali nascendo.

Essa capacidade também permite ao Herschel observar profundamente o espaço e olhar galáxias que existiam quando o universo tinha somente metade ou até mesmo um quinto da sua idade atual. Esse é um período na história cósmica quando acredita-se que o processo de formação de estrelas era mais prolífico.

O professor Swinyard explicou que procurando por galáxias jovens, o Herscehl será capaz de revelar muito sobre a história de formação das estrelas. Ele disse que as milhares de galáxias que o telescópio detectou permiti aos cientistas testarem modelos de formação de galáxias e descobrir sobre o processo químico que gera as explosões estelares.

As imagens do Herschel mostram que aquilo que se imaginava ser um vácuo vazio está na verdade cheio de estrelas.

Os astrônomos continuarão a estudar as imagens do Herschel que vêm mostrando que os mecanismos que agem no cosmos podem ser mais diversos e mais complexos do que as atuais teorias sugerem.

Imagens do Herschel:

http://oshi.esa.int/#_

Página oficial do telescópio:

http://sci.esa.int/science-e/www/area/index.cfm?fareaid=16

Fonte:

http://news.bbc.co.uk/2/hi/8416263.stm

Sérgio Sacani

Sérgio Sacani

Formado em geofísica pelo IAG da USP, mestre em engenharia do petróleo pela UNICAMP e doutor em geociências pela UNICAMP. Sérgio está à frente do Space Today, o maior canal de notícias sobre astronomia do Brasil.

Veja todos os posts

Arquivo

Instagram

Error validating access token: The session has been invalidated because the user changed their password or Facebook has changed the session for security reasons.