Galáxias da Antena em Colisão

Duas galáxias estão se fundindo na constelação do Corvo e aqui está a última imagem. Mas quando duas galáxias colidem, as estrelas que as compõem normalmente não colidem. Isso ocorre pois as galáxias são na sua maioria formadas por espaços vazios e as estrelas ocupam somente uma pequena porção do espaço das galáxias. Durante essa colisão lenta de centenas de milhões de anos, uma galáxia ainda pode rasgar a outra gravitacionalmente falando e o gás e poeira em comum colidirem. Nesse encontro de titãs, os pilares de poeira negra marcam massivas nuvens moleculares que estão sendo comprimidas durante o encontro galáctico, causando assim o rápido nascimento de milhões de estrelas, algumas das quais estão gravitacionalmente unidas em massivos aglomerados de estrelas.

Fonte:

http://antwrp.gsfc.nasa.gov/apod/

Sérgio Sacani

Sérgio Sacani

Formado em geofísica pelo IAG da USP, mestre em engenharia do petróleo pela UNICAMP e doutor em geociências pela UNICAMP. Sérgio está à frente do Space Today, o maior canal de notícias sobre astronomia do Brasil.

Veja todos os posts

Arquivo

Instagram

Error validating access token: The session has been invalidated because the user changed their password or Facebook has changed the session for security reasons.