fbpx

Fissuras no Interior da Cratera Abedin em Mercúrio

Nessa imagem, uma porção da cratera Abedin de 116 km é visível. O interior da cratera é na sua maior parte suave, e hospeda muitos pequenos vales que são interpretados como grabens. Os grabens se formam como o resultado de uma tensão extensional que neste caso pode ter se originado do resfriamento e da solidificação do material derretido por impacto ou do preenchimento vulcânico dentro da Abedin, efeito similar ao que é observado em outras bacias através do planeta Mercúrio.

Fonte:

http://messenger.jhuapl.edu/gallery/sciencePhotos/image.php?page=1&gallery_id=2&image_id=780

Sérgio Sacani

Sérgio Sacani

Formado em geofísica pelo IAG da USP, mestre em engenharia do petróleo pela UNICAMP e doutor em geociências pela UNICAMP. Sérgio está à frente do Space Today, o maior canal de notícias sobre astronomia do Brasil.

Veja todos os posts

Arquivo

Instagram

Error validating access token: The session has been invalidated because the user changed their password or Facebook has changed the session for security reasons.