VISITE A SPACE TODAY STORE, A PATROCINADORA OFICIAL DO SPACE TODAY:

https://spacetodaystore.com

Faz tempo que não falo do Planeta 9 aqui no canal, não é mesmo, mas isso porque ele ainda não foi descoberto.

Porém, os astrônomos encontraram um exoplaneta que pode ajudar a entender o que pode ter acontecido com o Planeta 9 aqui no Sistema Solar.

Toda essa história começa lá em 2013, no Chile, quando os astrônomos usaram o Telescópio Magalhães em Las Campanas e descobriram o exoplaneta chamado de Hd106906 b.

Algumas coisas interessantes chamam a atenção com relação a esse planeta.

Ele reside bem longe das suas estrelas, sim, ele orbita um par de estrelas.

A distância dele até a suas estrela é equivalente a 730 vezes a distância da Terra até o Sol.

Isso faz com que ele tenha um período de orbital de 15 mil anos.

Isso mesmo, 1 ano nesse planeta dura 15 mil anos.

Além disso, esse exoplaneta tem 11 vezes a massa de Júpiter.

E juntando todas essas características, faz com que ele seja um planeta que é possível fazer uma imagem direta dele.

E foi isso que o Hubble fez recentemente.

Os astrônomos usaram todo o poder do Telescópio Espacial Hubble para imagear e estudar esse exoplaneta.

E quando eles fizeram isso, esse exoplaneta surpreendeu mais uma vez.

Os astrônomos descobriram que o exoplaneta está numa órbita extrema , muito inclinada e alongada e externa ao disco de detritos empoeirados que circunda as estrelas do planeta.

A questão então é explicar o que aconteceu com esse planeta.

A teoria para isso é que ele se formou muito mais próximo das estrelas, cerca de 3 vezes a distância da Terra até o Sol, porém, o arrasto dentro do disco de gás fez com que a órbita do planeta decaísse, forçando ele migrar para perto das estrelas.

Aí a força gravitacional combinada das estrelas, deu um chute no planeta, enviando ele para uma órbita extremamente excêntrica, quase que enviando ele para fora do sistema deixando-o vagando pelo espaço.

Então, uma estrela passou relativamente perto desse sistema, estabilizando a órbita do exoplaneta e evitando que ele fosse chutado para o espaço.

O mais legal é que algumas estrelas candidatas a terem passado perto desse sistema já foram identificadas pela missão Gaia.

Todo esse cenário que eu descrevi para explicar a posição desse exoplaneta, pode muito bem ser usado para explicar a possível existência e características orbitais do Planeta 9.

Ele pode ter se formado perto do Sol, e na interação gravitacional entre o Sol e Júpiter ele pode ter sido chutado para os locais mais distantes do Sistema Solar e estrelas que passaram perto do nosso sistema podem ter estabilizado a órbita dele.

Para quem não sabe, até agora só temos evidências circunstânciais da existência do Planeta 9, devido à determinados alinhamentos de objetos do Cinturão de Kuiper.

Se um planeta realmente for o responsável pelo que acontece com as órbitas desses KBOs, esse planeta teria um comportamento orbital parecido com o esse exoplaneta estudado pelo Hubble.

Os cientistas querem entender mais sobre esse exoplaneta, assim, o James Webb será crucial nisso, eles querem saber onde exatamente o planeta se formou para que possam elaborar da melhor forma possível a teoria para explicar essa sua órbita estranha.

Existem muitas questões em aberto ainda e muitas incertezas, e o James Webb seria crucial nesse ponto.

Mas, apesar disso, podemos afirmar que o estudo de exoplanetas pode sim fazer com que possamos entender o que se passou e o que se passa com o nosso próprio Sistema Solar.

Fontes:

https://spacetelescope.org/news/heic2021/

https://news.berkeley.edu/2020/12/10/exoplanet-around-distant-star-resembles-our-reputed-planet-nine/

https://imgsrc.hubblesite.org/hvi/uploads/science_paper/file_attachment/621/2012.04712.pdf

#PLANET9 #HUBBLE #EXOPLANET #SPACETODAY
Sérgio Sacani

Sérgio Sacani

Formado em geofísica pelo IAG da USP, mestre em engenharia do petróleo pela UNICAMP e doutor em geociências pela UNICAMP. Sérgio está à frente do Space Today, o maior canal de notícias sobre astronomia do Brasil.

Veja todos os posts

Arquivo

Instagram

Error validating access token: The session has been invalidated because the user changed their password or Facebook has changed the session for security reasons.