Existe Uma Luz Em Mercúrio Que Quase Nunca se Apaga

EN0233190744M_polarproj_arrow

observatory_150105Estudos das condições de iluminação perto dos polos norte e sul de Mercúrio são interessantes, pois eles podem ser usados para determinar locais que ficam permanentemente na sombra, e são, portanto, locais extremamente gelados onde se localizam depósitos de gelo. Contudo, os mapas de iluminação também revelam os locais que recebem a máxima duração da luz do Sol durante um dia solar de Mercúrio. Um pico de luz eterna que é iluminado continuamente por um dia solar inteiro poderia ser um provável alvo para um provável módulo de pouso, pois as baterias solares poderiam estar a todo tempo disponíveis para serem carregadas. Porém, nenhum pico desses de luz eterna foi identificado no polo sul de Mercúrio. O ponto com maior iluminação, algo em torno de 82%, está localizado nas coordenadas de 89 graus sul e 50.7 graus leste. Esse local é indicado pela seta na imagem acima.

Essa imagem foi adquirida como parte da campanha de monitoramento da região polar sul de Mercúrio pelo instrumento MDIS. Imageando a região polar aproximadamente a cada quatro órbitas, a sonda MESSENGER consegue medir a mudança de iluminação do local, e assim feições que estavam na sombra em órbitas anteriores podem ser observadas e qualquer área que fique permanentemente nas sombras também pode ser identificada depois de repetidas imagens feitas no decorrer de um dia. Durante o primeiro ano da missão primária da sonda MESSENGER, a câmera WAC do instrumento MDIS foi usada para monitorar a região polar sul pelo primeiro dia solar de Mercúrio, que corresponde a 176 dias terrestres, e a câmera NAC do instrumento MDIS fez repetidas imagens da região polar sul de Mercúrio durante o segundo dia solar do planeta.

Fonte:

http://messenger.jhuapl.edu/gallery/sciencePhotos/image.php?page=1&gallery_id=2&image_id=1152

alma_modificado_rodape105

Sérgio Sacani

Sérgio Sacani

Formado em geofísica pelo IAG da USP, mestre em engenharia do petróleo pela UNICAMP e doutor em geociências pela UNICAMP. Sérgio está à frente do Space Today, o maior canal de notícias sobre astronomia do Brasil.

Veja todos os posts

Arquivo