fbpx

ETA CARINAE NUA E CRUA | SPACE TODAY TV EP.1686

——————————————————————–

**** CONHEÇA A LOJA OFICIAL DO SPACE TODAY!

http://www.spacetodaystore.com

Camisetas, e muitos produtos para vocês. Visite!

——————————————————————————-

Para fazer parte do seleto grupo dos apoiadores!!!

https://www.youtube.com/channel/UC_Fk7hHbl7vv_7K8tYqJd5A/join

Para comprar o ingresso na Campus Party Com Desconto:

use:

#SPACETODAYNACPBR12

https://brasil.campus-party.org/cpbr12/ingressos/?utm_source=influencer&utm_medium=post&utm_campaign=cpbr12&utm_content=spacetoday

Hoje vamos falar dela, uma das estrelas mais querida do céu, uma das mais queridas pelos brasileiros, principalmente por um brasileiro em especial, o grande astrônomo Augusto Damineli Neto.

O Damineli, para quem não sabe é o maior estudioso dessa estrela, e ele continua estudando-a e revelando seus segredos mais bem escondidos.

Para quem não sabe, a Eta Carinae é uma das estrelas mais luminosas da parte sul da Via Láctea.

Ela é classificada como uma Variável Azul Luminosa.

Na verdade temos ali duas estrelas, uma com 90 vezes a massa do Sol e outra com 30 vezes a massa do Sol e estão localizadas a aproximadamente 7500 anos-luz de distância da Terra.

Em 1847, a Eta Carinae passou por um evento de erupção onde ejetou uma nebulosa, que recebeu o nome de Homunculo, ou pequeno homem, devido à sua forma peculiar.

O Damineli, reuniu dados de Eta Carinae de vários observatórios e vem estudando a estrela a muito tempo, notando que ela vem aumentando de brilho muito rapidamente.

Isso indicaria que em breve a estrela iria explodir como uma supernova, na verdade é algo que todos esperavam.

O problema da Eta Carinae é que como tem uma grande nebulosa na sua frente, muitas vezes a anaáálise fica prejudicada.

Damineli usou então dados do Hubble, para separar a estrela da nebulosa, e notou que a nebulosa não estava aumentando de brilho.

De fato, nem a estrela estava.

O que está acontecendo na verdade, é que a nebulosa está se dissipando, e com isso estamos vendo cada vez mais a estrela, o que nos dá a impressão de aumento de brilho.

Damineli conseguiu então calcular que em 2032 com uma incerteza de 4 anos para mais ou para menos, a nebulosa estará totalmente dissipada.

Ou seja, daqui a aproximadamente 10 anos, não teremos mais a nebulosa do homundculo para observar, mas teremos todo o brilho da Eta Carinae para ver. A estrela estará totalmente nua, sem a sua proteção nebular na frente.

A estrela vai parar de aumentar de brilho, pois, na verdade ela não está aumentando e os astrônomos poderão estudar todos os detalhes, todos os mecanismos dessa que é uma das estrelas mais enigmáticas da nossa galáxia.

#EtaCarinae

fonte:

https://phys.org/news/2019-01-goodbye-beauty-night-sky.html

Artigo:

https://arxiv.org/pdf/1901.00531.pdf

Sérgio Sacani

Formado em geofísica pelo IAG da USP, mestre em engenharia do petróleo pela UNICAMP e doutor em geociências pela UNICAMP. Sérgio está à frente do Space Today, o maior canal de notícias sobre astronomia do Brasil.

Veja todos os posts

Arquivo