Estrelas em Diferentes Estágios de Evolução na Galáxia de Andrômeda

A grande e bela Galáxia de Andrômeda, também conhecida como M31, é uma galáxia espiral localizada a 2.5 milhões de anos-luz de distância da Terra. Dois observatórios baseados no espaço se combinaram para produzir essa intrigante imagem composta de Andrômeda, nos comprimentos de onda fora do espectro visível. A impressionante visão destaca estrelas antigas e futuras estrelas existentes nessa ilha cósmica. Em tons avermelhados, estão os dados obtidos pelo observatório infravermelho Herschel, que traça enormes linhas de poeira, aquecida pelas estrelas, varrendo ao longo dos braços espirais de Andrômeda. A poeira em conjunção com o gás interestelar, compreende o material fundamental para a formação das estrelas. Os dados de raios-X obtidos pelo observatório XMM-Newton em azul apontam sistemas binários de raios-X de Andrômeda. Esses sistemas provavelmente contém estrelas de nêutrons ou buracos negros com massas estelares que representam o estágio final na evolução estelar. Com mais que o dobro do tamanho da nossa Via Láctea, a Galáxia de Andrômeda tem mais de 200000 anos-luz de comprimento.

Fonte:

http://apod.nasa.gov/apod/ap110120.html

 

Sérgio Sacani

Sérgio Sacani

Formado em geofísica pelo IAG da USP, mestre em engenharia do petróleo pela UNICAMP e doutor em geociências pela UNICAMP. Sérgio está à frente do Space Today, o maior canal de notícias sobre astronomia do Brasil.

Veja todos os posts

Arquivo

Instagram

Error validating access token: The session has been invalidated because the user changed their password or Facebook has changed the session for security reasons.