Em Busca de Espaço

In Search of Space


observatory_1501051A 5000 metros acima do nível do mar, no cimo do planalto do Chajnantor no Chile, as antenas do observatório ALMA perscrutam o céu, buscando no Universo pistas das nossas origens cósmicas. Este planalto é um dos locais de observação mais elevados da Terra.

Visíveis entre os milhares de estrelas do lado direito da imagem estão a Pequena e a Grande Nuvens de Magalhães, que parecem manchas luminosas no céu. Estes objetos, que se assemelham a nuvens, são galáxias – duas das galáxias mais próximas da nossa Galáxia, a Via Láctea.

O objetivo principal do ALMA é observar os objetos mais frios e mais antigos do cosmos – o chamado “Universo frio”. A rede mede a radiação emitida nos comprimentos de onda milimétrico e submilimétrico, os quais se situam entre o infravermelho e as ondas rádio do espectro electromagnético. O ALMA é composto por 66 antenas móveis, que podem ser deslocadas de modo a configurar a rede de acordo com as necessidades dos cientistas. Trata-se do maior projeto astronómico que existe.

Esta imagem do ALMA foi obtida pelo Embaixador Fotográfico do ESO Stéphane Guisard, um engenheiro óptico que trabalha no Very Large Telescope do ESO, no deserto do Atacama, no Chile.

Fonte:

http://www.eso.org/public/brazil/images/potw1431a/


alma_modificado_rodape1051

Sérgio Sacani

Sérgio Sacani

Formado em geofísica pelo IAG da USP, mestre em engenharia do petróleo pela UNICAMP e doutor em geociências pela UNICAMP. Sérgio está à frente do Space Today, o maior canal de notícias sobre astronomia do Brasil.

Veja todos os posts

Arquivo

Instagram

Error validating access token: The session has been invalidated because the user changed their password or Facebook has changed the session for security reasons.