fbpx

Detalhes da Cratera Stravinsky em Mercúrio

EN1036251471M_hitting.map


observatory_150105A imagem acima mostra uma porção da crista de uma pequena escarpa, localizada na parte norte da Cratera Stravinsky. Um grande número de crateras de impactos de todos os tamanhos e com diferentes estágios de preservação estão presentes. Algumas das crateras são formadas por impactos primários, formadas por meteoroides cujas órbitas interceptaram a órbita de Mercúrio. Muitas outras são secundárias, resultante de pedaços de material ejetado lançado pelos impactos primários que atingiram a superfície e produziram suas próprias crateras. Isso nos lembra os mundos sem atmosfera do Sistema Solar como Mercúrio, a Lua e os satélites dos planetas externos que são continuamente atingidos por impactos cósmicos. A presença de uma atmosfera, como a Terra, Vênus, Marte e Titã, possuem um certo grau de proteção.

A imagem acima foi adquirida como uma observação planejada de alta resolução. As observações planejadas são imagens feitas de pequenas áreas da superfície de Mercúrio com resoluções muito maiores do que os tradicionais 200 metros por pixel usados no mapa base morfológico. Não é possível cobrir toda a superfície de Mercúrio com essa alta resolução, mas normalmente, algumas áreas de alto interesse científico são imageadas nesse modo cada semana.

Fonte:

http://messenger.jhuapl.edu/gallery/sciencePhotos/image.php?page=1&gallery_id=2&image_id=1374


alma_modificado_rodape105

Sérgio Sacani

Sérgio Sacani

Formado em geofísica pelo IAG da USP, mestre em engenharia do petróleo pela UNICAMP e doutor em geociências pela UNICAMP. Sérgio está à frente do Space Today, o maior canal de notícias sobre astronomia do Brasil.

Veja todos os posts

Arquivo

Instagram

Error validating access token: The session has been invalidated because the user changed their password or Facebook has changed the session for security reasons.