De Volta Ao Polo da Lua

Recentemente publicamos aqui, uma foto de como chegar do Mare Frigoris até o polo norte lunar. Agora Raffaele nos fornece uma imagem detalhada do que nós veríamos se estivéssemos nos aproximando do polo, duas crateras, a Anaxágoras e a Scoresby são relativamente jovens, mas todo resto do terreno é cobertas por crateras mais velhas e altamente afetadas pelo material ejetado durante a formação da Bacia Imbrium. Uma coisa não notada anteriormente é a cadeia à esquerdada Challis e da Main. Essa feição é semelhante a uma cadeia de mar, exceto pelo fato de não existir ali lavas de mares. O material que preenche que preenche a área a oeste da Main e da Challis é material ejetado pela Imbrium. Esse material se assemelha a lava no senso de que ele poderia ainda estar quente quando foi depositado e provavelmente não estava muito bem consolidado. À medida que ele esfriou ele se depositou definitivamente e provavelmente tornou-se mais compacto. Assim ele poderia ter derramado por conta própria sobre uma cadeia já existente, mas ele não está curvo como deveria estar se tivesse seguido o anel de uma antiga cratera. E provavelmente uma cadeia não teria se formado como a subsidência de um volume menor, com cadeias circulares se forma dentro de bacias. Então fica a questão, por que essa cadeia está aqui?

Fonte:

https://lpod.wikispaces.com/March+1%2C+2012

Sérgio Sacani

Sérgio Sacani

Formado em geofísica pelo IAG da USP, mestre em engenharia do petróleo pela UNICAMP e doutor em geociências pela UNICAMP. Sérgio está à frente do Space Today, o maior canal de notícias sobre astronomia do Brasil.

Veja todos os posts

Arquivo

Instagram

Error validating access token: The session has been invalidated because the user changed their password or Facebook has changed the session for security reasons.