fbpx

CURIOSITY REVELA SEGREDOS DE MONTANHA MARCIANA | SPACE TODAY TV EP.1689

——————————————————————–

**** CONHEÇA A LOJA OFICIAL DO SPACE TODAY!

http://www.spacetodaystore.com

Camisetas, e muitos produtos para vocês. Visite!

——————————————————————————-

Para fazer parte do seleto grupo dos apoiadores!!!

https://www.youtube.com/channel/UC_Fk7hHbl7vv_7K8tYqJd5A/join

Para comprar o ingresso na Campus Party Com Desconto:

use:

#SPACETODAYNACPBR12

https://brasil.campus-party.org/cpbr12/ingressos/?utm_source=influencer&utm_medium=post&utm_campaign=cpbr12&utm_content=spacetoday

Aqui na Terra, quando nós queremos conhecer como é a subsuperfície usamos técnicas geofísicas, que podem nos dar informações importantes, sobre como é o interior do nosso planeta.

Uma dessas técnicas é a gravimetria.

Basicamente, você mede a gravidade em diferentes pontos, sim, a gravidade varia de ponto a ponto, dependendo da massa, da densdiade que está na subsuperfície, e depois de fazer o que chamamos de um perfil gravimétrico, você pode entender propriedades como a porosidade, a densidade, a massa do que está em subsuperfície.

Esse método é muito bom para encontrar rochas que possam ter água, além de identificar diferentes tipos de minerais.

Será que em outro planeta é possível fazer o mesmo tipo de análise.

Só não é possível como foi feito.

O rover Curiosity que está explorando Marte desde 2012, fez o primeiro perfil gravimétrico em um outro planeta.

Para isso ele usou uma série de acelerômetros que ele possui, para medir a variação na gravidade de Marte, principalmente na montanha no meio da cratera Gale, o Monte sharp.

Com mais de 700 medidas arquivadas de acelerômetro os pesquisadores puderam então concluir que:

As camadas inferiores do Monte Sharp são surpreendentemente porosas, indicando que o peso de material acima não era muito grande.

Na conta dos pesquisadores, eles encontraram que o Monte charp foi compactado por menos de 1.6 km de material, se comparado com os 5 km de material que preenche a cratera Gale.

Isso adiciona uma peça a mais no quebracabeça que é tentar desvendar como o Monte sharp se formou. Mas levanta muitas outras questões, que o rover deve tentar resolver com mais dados.

#Marte #Curiosity

Fonte:

https://www.nasa.gov/feature/jpl/mars-buggy-curiosity-measures-a-mountains-gravity

http://science.sciencemag.org/content/sci/363/6426/535.full.pdf

Sérgio Sacani

Formado em geofísica pelo IAG da USP, mestre em engenharia do petróleo pela UNICAMP e doutor em geociências pela UNICAMP. Sérgio está à frente do Space Today, o maior canal de notícias sobre astronomia do Brasil.

Veja todos os posts

Arquivo