fbpx

CRISE NA COSMOLOGIA | SPACE TODAY TV EP1996

COMPRE O BONÉ TRUCKER NA SPACE TODAY STORE E GANHE UMA CANECA DE PRESENTE:

https://www.spacetodaystore.com/bones/bone-trucker-space-today/

————————————————————————————————————

CONFIRA O CURSO DE ASTRONOMIA DO SPACE TODAY, MAIS DE 60 HORAS DE CONTEÚDO FALANDO SOBRE TUDO DA ASTRONOMIA, MATRICULE-SE JÁ:

https://academyspace.com.br/big-bang/

————————————————————————————————————

SEJA MEMBRO DO SPACE TODAY E AJUDE COM A CRIAÇÃO DE CONTEÚDO SÉRIA NA ÁREA DE ASTRONOMIA:

https://www.patreon.com/spacetoday

https://apoia.se/spacetoday

https://www.youtube.com/channel/UC_Fk7hHbl7vv_7K8tYqJd5A/join

————————————————————————————————————

Muito bem, depois de uma pequena pausa no dia ontem, vamos voltar a falar de astronomia.

E nada melhor do que voltar falando do que está sendo chamada “a crise da cosmologia”, astrônomo adora dar nome para as coisas.

Vocês já devem estar imaginando, vamos falar da constante de Hubble, essa malvada, que está dando um nó na cabeça dos astrônomos.

O último vídeo que fiz sobre as medidas da constante de Hubble aqui no canal foi um vídeo onde os astrônomos usaram lentes gravitacionais para medir a constante.

E com essa medida eles chegaram no valor de 82 +- 8 km/s/Mpc.

E eu falei naquele vídeo que a lente gravitacional poderia ser uma boa ideia, para poder medir a distância até os objetos e então com esse valor de distância, calcular o valor da constante de Hubble.

Pois bem, dessa vez um outro grupo de astrônomos, usou o Hubble e o Keck e usou 3 sistemas através de lentes gravitacionais para medir a constante de Hubble.

O Keck é talvez, o observatório em Terra que possui o mais avançado sistema de óptica adaptativa e isso permite com que ele possa fazer essas observações.

Então, com o Keck os astrônomos usaram 3 quadras, que foram observados pelo efeito de lente gravitacional.

Isso quer dizer que a luz dos quasares distantes passou por uma grande quantidade de massa, e como uma lente, foi possível então medir as propriedades dos quasares e principalmente a distância até eles.

Os astrônomos conseguem medir a distância, usando o fato que o brilho vindo dos quasares tem um tempo de percurso até a Terra ligeiramente diferente, pois percorrem diferentes trajetórias.

Com essa diferença em tempo é possível calcular então a constante de Hubble.

Calculando o valor da constante de Hubble para cada quasar e depois fazendo um cálculo conjunto os astrônomos obtiveram o valor de 75.6 km/s/Mpc usando somente os dados do Keck e de 76.8 km/s/Mpc usando os dados do Keck e do Hubble.

Todos esses valores da constante de Hubble, usando o que se chama de universo local, diferem drasticamente do valor obtido para o universo primordial que é obtido com os dados do Planck e vale 67 km/s/Mpc.

E essa é a crise da cosmologia atual.

Os astrônomos pretendem usar a técnica de lente gravitacional em demais exemplos, e deixar a metodologia bem estabelecida para que essa técnica possa fazer parte do conjunto de técnicas usadas para medir a constante de Hubble.

Continuaremos seguindo essa crise que ao me ver é bem mais legal e interessante do que as demais que temos acompanhado.

Fontes:

http://www.keckobservatory.org/hubble-constant/

https://arxiv.org/pdf/1907.02533.pdf

#Cosmologia #ConstanteDeHubble #SpaceToday

Sérgio Sacani

Formado em geofísica pelo IAG da USP, mestre em engenharia do petróleo pela UNICAMP e doutor em geociências pela UNICAMP. Sérgio está à frente do Space Today, o maior canal de notícias sobre astronomia do Brasil.

Veja todos os posts

Arquivo

Instagram

Instagram has returned empty data. Please authorize your Instagram account in the plugin settings .