fbpx

No Coração do Aglomerado Globular NGC 6752

Essa nítida imagem feita pelo Telescópio Espacial Hubble espia dentro do objeto conhecido como NGC 6752. Localizado a aproximadamente 13000 anos-luz de distância na direção da constelação do céu do sul Pavo, o aglomerado globular de estrelas perambula pelo halo da Via Láctea. Com mais de 10 bilhões de anos de vida, o NGC 6752 agrupa mais de 100 mil estrelas em uma esfera de aproximadamente 100 anos-luz de diâmetro, mas a imagem do Hubble mostrada acima mostra a região central desse aglomerado que ocupa uma região de 10 anos-luz de diâmetro e consegue resolver individualmente as estrelas localizadas perto do denso núcleo do aglomerado. De fato, a imagem acima inclui algumas das estrelas pertencentes ao aglomerado chamadas de estrelas azuis nômades, ou blue stragglers, essas estrelas parecem ser muito jovens e massivas e não são esperadas de serem encontradas nesse tipo de aglomerado onde espera-se encontrar estrelas com no mínimo o dobro da idade do Sol. Pesquisas feitas no NGC 6752 também têm indicado que uma grande fração das estrelas localizadas perto do centro, são sistemas múltiplos de estrelas, essas observações dão força aos argumentos que sugerem que as estrelas se fundem e colidem num ambiente estelar denso podendo assim criar as estrelas azuis nômades do aglomerado.

Fonte:

http://apod.nasa.gov/apod/ap120210.html

Sérgio Sacani

Sérgio Sacani

Formado em geofísica pelo IAG da USP, mestre em engenharia do petróleo pela UNICAMP e doutor em geociências pela UNICAMP. Sérgio está à frente do Space Today, o maior canal de notícias sobre astronomia do Brasil.

Veja todos os posts

Arquivo

Instagram

Instagram has returned empty data. Please authorize your Instagram account in the plugin settings .