fbpx

Conheça o MarCO O Par de CubeSats Que Viajará Para Marte Junto Com a Missão InSight

Junto com a missão Mars InSight, dois CubeSats serão enviados para Marte, eles foram desenvolvidos para demonstrar que é possível estabelecer uma comunicação quase que em tempo real entre os dois planetas.

A NASA comunicou em 19 de Abril de 2018, que seus engenheiros no Laboratório de Propulsão a Jato, o JPL, em Pasadena, na Califórnia, estarão de olhos bem atentos ao lançamentoda missão Mars InSight. Isso porque o foguete que vai levar o lander também levará o primeiro par de CubeSats do espaço profundo. A janela de lançamento abre no dia 5 de Maio de 2018. Como o vídeo nesse post explica, os CubeSats são mini-satélites do tamanho de uma mala. Se tudo correr bem, os engenheiros da NASA que os desenvolveram esperam poder demonstrar uma nova tecnologia miniaturizada de comunicação, que deve ser mais rápida do que a tecnologia existente.

Juntos, os CubeSats são chamados de Mars Cube One, ou MarCO. Mas os engenheiros os apelidaram de Wall-E e Eva, personagens da Pixar. O MarCO não irá produzir nenhuma ciência. Eles não são necessários para o sucesso da missão InSight, ela já vai se comunicar com a Terra, fazendo relay com as sondas já existentes.

Mas os CubeSats, os primeiros desenvolvidos para ensinar os estudantes universitários sobre os satélites – são animadores. Andy Klesh, engenheiro chefe do MarCO no JPL, explica a proposta do MarCO na missão InSight:

“Eles são nossos batedores. Os CubeSats não tiveram que sobreviver à intensa radiação de uma viagem no espaço profundo, antes, ou usar um tipo de propulsão para apontar sua trajetória para Marte. Nós esperamos estar iniciando essa trilha”.

A NASA disse que os MarCOs farão sua jornada com a InSight em seu voo de cruzeiro até Marte, se eles sobreviverem à jornada, cada um está equipado com uma antena dobrável de alto ganho para fazer o relay de dados da InSight à medida que ela entra na atmosfera marciana e pousa na superfície do planeta. A NASA explicou:

A sobrevivência dos CubeSats não é garantida, como é dito o espaço é complicado. O primeiro desafio será ligá-los. As baterias do MarCO foram checadas pela última vez em Março de 2018 pela Tyvak Nano-Satellite Systems, de Irvine, na Califórnia, que colocou os CubeSats num dispenser especial que irá enviá-los para o espaço. Essas baterias serão usadas para esticar os painéis solares de cada um dos CubeSats, com a esperança que alguma energia sobre para que os rádios sejam ligados. Se a energia for muito baixa, a equipe do MarCO pode ouvir um silêncio até que cada sonda esteja mais carregada.

Se tudo correr como planejado, os MarCOs irão testar um método de comunicação que poderia agir como uma caixa preta para futuras missões a Marte, ajudando os engenheiros a entenderem o difícil processo de se ter uma nave em boas condições tocando de maneira tranquila o solo marciano.

Isso é muito importante, pois como sabemos pousar uma nave em MArte é algo extremamente complicado.

A NASA parece estar pronta para a ideia de CubeSats no espaço profundo:

Os cientistas da NASA estão ansiosos para explorar o Sistema Solar usando CubeSats. O JPL já tem a sua própria sala limpa para CubeSat, onde alguns projetos já estão sendo desenvolvidos, incluindo o MarCOs. Para jovens engenheiros a missão está sendo construir algo que poderia potencialmente chegar em Marte em questão de poucos anos ao invés de décadas.

Klesh adiciona:

Nós somos uma equipe pequena, assim sendo, todos nós vamos ganhar muita experiência trabalhando em múltiplas partes da sonda. Nós aprendemos tudo sobre, construir, testar e voar as naves. Todos os dias estamos inventando algo novo que será uma realidade na exploração espacial daqui a alguns anos.

Fonte:

Wall-E and Eva are going to Mars, too

Sérgio Sacani

Sérgio Sacani

Formado em geofísica pelo IAG da USP, mestre em engenharia do petróleo pela UNICAMP e doutor em geociências pela UNICAMP. Sérgio está à frente do Space Today, o maior canal de notícias sobre astronomia do Brasil.

Veja todos os posts

Arquivo

Instagram

Error validating access token: The session has been invalidated because the user changed their password or Facebook has changed the session for security reasons.