COMO DETECTAR UM BURACO DE MINHOCA | SPACE TODAY TV EP1998

COMPRE O BONÉ TRUCKER NA SPACE TODAY STORE E GANHE UMA CANECA DE PRESENTE:

https://www.spacetodaystore.com/bones/bone-trucker-space-today/

————————————————————————————————————

CONFIRA O CURSO DE ASTRONOMIA DO SPACE TODAY, MAIS DE 60 HORAS DE CONTEÚDO FALANDO SOBRE TUDO DA ASTRONOMIA, MATRICULE-SE JÁ:

https://academyspace.com.br/big-bang/

————————————————————————————————————

SEJA MEMBRO DO SPACE TODAY E AJUDE COM A CRIAÇÃO DE CONTEÚDO SÉRIA NA ÁREA DE ASTRONOMIA:

https://www.patreon.com/spacetoday

https://apoia.se/spacetoday

https://www.youtube.com/channel/UC_Fk7hHbl7vv_7K8tYqJd5A/join

————————————————————————————————————

Talvez uma das coisas mais legais, na minha opinião, resultante da teoria da relatividade e dos buracos negros são os buracos de minhoca.

Esses verdadeiros atalhos teóricos que seriam capaz de interligar pontos distantes do universo, ou quem sabe, por que não ligar o nosso universo a outro universo.

Quem trata muito bem dos buracos de minhoca é a ficção científica, centenas de filmes já foram feitos usando essa premissa.

O último mais famoso foi Interestelar, quando é usado um buraco de minhoca colocado perto de Saturno para viajar até um buraco negro e encontrar um planeta que possa salvar a Terra.

Eu fiz um vídeo aqui não faz muito tempo, com a receita de como criar um buraco de minhoca.

E vocês viram como é complicado.

Na verdade, é complicado pois os buracos de minhoca são, pelo menos até o momento, coisas teóricas, provavelmente eles não existem.

Mas e se caso eles existirem seria possível de alguma maneira detectar esses buracos de minhoca no universo e usar eles para viajar por aí?

Um físico teórico resolveu se debruçar sobre esse problema e apresentou um estudo sobre como detectar um buraco de minhoca.

Para existir um buraco de minhoca, tem que existir pelo menos um buraco negro, então ele começou escolhendo o buraco negro.

Escolheu bem, escolheu o Sagittarius A* no centro da Via Láctea.

De acordo com o estudo, seria possível detectar a presença do buraco de minhoca estudando pequenos desvios nas órbitas de estrelas que passam perto do SGR A*.

Se você tiver duas estrelas, uma de cada lado do buraco de minhoca, a estrela que está do seu lado sofre o efeito gravitacional da estrela que está d outro lado, já que o fluxo gravitacional viaja pelo buraco negro.

Então você observa a sua estrela do lado de cá do buraco de minhoca, mede a sua velocidade e a sua variação, desconta o que for efeito do buraco negro, e se mesmo assim ainda existir uma variação, você detectou o buraco de minhoca.

O físico propõem fazer isso com a estrela S2, aquela estrela que passa bem perto do SGR A* de tempos em tempos.

A ideia seria estudar essa estrela, o seu movimento, por muito tempo, desenvolver uma técnica para medir com precisão o seu movimento e pronto, certo?

Não.

Pois a variação no movimento da estrela pode ser causada por muitos fatores, ainda mais pelo fato dela residir numa região complicada que é o centro da Via Láctea.

Os buracos de minhoca, ou pontes de Einstein-Rosen, são bem resolvidos teoricamente, mas apenas teoricamente por enquanto.

E aí, seria muito legal um buraco de minhoca existir e poder ser detectado, não é mesmo?

Responde aí, para onde você iria se fosse possível detectar um buraco de minhoca, e viajar através dele, deixe aí nos comentários com a #BURACODEMINHOCA.

Fontes:

http://www.buffalo.edu/news/releases/2019/10/035.html

https://arxiv.org/pdf/1910.00429.pdf

https://www.space.com/how-detect-wormholes-supermassive-black-hole.html

#BuracoDeMinhoca #BuracoNegro #SpaceToday

Sérgio Sacani

Sérgio Sacani

Formado em geofísica pelo IAG da USP, mestre em engenharia do petróleo pela UNICAMP e doutor em geociências pela UNICAMP. Sérgio está à frente do Space Today, o maior canal de notícias sobre astronomia do Brasil.

Veja todos os posts

Arquivo