fbpx

Câmera HiRISE Registra Valas e Cadeias Arqueadas na Base da Parede de Crateras em Marte


Essa cratera localizada nas latitudes intermediárias do hemisfério sul de Marte é uma representante típica das crateras localizadas nessa faixa do planeta, contendo tanto valas nas suas paredes como cadeias arqueadas na base das paredes.

Essas feições parecem estar relacionadas entre si e suas orientações na parede da cratera podem estar associadas com a latitude onde a cratera se localiza. As crateras localizadas entre as latitudes de ?30 e ?44 graus no hemisfério sul do planeta normalmente apresentam valas e cadeias circulares. As crateras localizadas entre as latitudes de ?44 graus e ?60 graus, como essa que está localizada em ?47 graus normalmente possuem essas feições nas paredes equatorias, ou nas paredes leste e oeste da cratera. Essa diferença está relacionada com as mudanças na obliquidade de Marte.

Essas feições provavelmente se formaram durante um período de alta obliquidade, que aconteceu a milhões de anos atrás. Durante esse período, acredita-se que nevascas foram depositadas nas regiões de latitude intermediária do planeta, e essa alta inclinação do planeta levou a altos níveis de insolação solar em diferentes paredes das crateras, fazendo com que a neve derretesse e formasse as valas observadas. As cadeias arqueadas são pensadas como morenas, ou partes remanescentes do gelo que flui pela parede da cratera depositando-se em seu interior.

Fonte:

http://hirise.lpl.arizona.edu/ESP_023328_1325


Sérgio Sacani

Formado em geofísica pelo IAG da USP, mestre em engenharia do petróleo pela UNICAMP e doutor em geociências pela UNICAMP. Sérgio está à frente do Space Today, o maior canal de notícias sobre astronomia do Brasil.

Veja todos os posts

Arquivo

Instagram

Instagram has returned empty data. Please authorize your Instagram account in the plugin settings .