Belo Steve É Registrado nos Céus de Alberta

A imagem acima mostra emissões de auroras nas cores verde e vermelha tradicionais, inundando todo o céu e que foram registradas no dia 27 de Setembro de 2017. Além da aurora, pode-se ver a Via Láctea cruzando o alto do céu na região sul de Alberta no Canadá e terminando onde pode-se observar a Lua se pondo no sudoeste. O arco estranho, isolado, rosa e esbranquiçado que corta o céu recebe o nome de Steve. O nome foi dado para o fenômeno pelo grupo de caçadores de aurora de Alberta no facebook que registram esse tipo de feição gerada na aurora. Algumas vezes essa feição é identificada como uma proto aurora ou um proto-arco , o misterioso Steve parece estar associado sim com a aurora, mas aparece mais perto do equador celeste do que as cortinas principais de auroras. Vastamente documentadas por cientistas cidadãos e recentemente diretamente explorada pela missão Swarm, o arco de Steve tem sido medido como a emissão térmica de gás fluindo mais do que a emissão excitada por elétrons energéticos. O nome Steve as vezes é creditado ao acrônimo de Sudden Thermal Emission from Velocity Enhancement, mas a origem do nome ainda é um mistério.

Fonte:

https://apod.nasa.gov/apod/ap171014.html

Sérgio Sacani

Sérgio Sacani

Formado em geofísica pelo IAG da USP, mestre em engenharia do petróleo pela UNICAMP e doutor em geociências pela UNICAMP. Sérgio está à frente do Space Today, o maior canal de notícias sobre astronomia do Brasil.

Veja todos os posts

Arquivo

Instagram

Error validating access token: The session has been invalidated because the user changed their password or Facebook has changed the session for security reasons.