Astrônomos Descobrem Um Raro Netuno Quente Orbitando Uma Estrela Próxima

Usando a missão TESS da NASA e dois instrumentos baseados em Terra, os astrônomos descobriram e confirmaram o trânsito de um exoplaneta classificado como um Netuno quente, orbitando a estrela TOI-824, uma estrela anã do Tipo-K4, localizada a 210 anos-luz de distância da Terra, na constelação de Circinus.

Existe um grande número de populações de planetas que surgem quando se estuda as medidas de período e de raio que a TESS e o Kepler compilaram de mais de 2000 exoplanetas detectados com a técnica de trânsito.

Uma das populações de exoplanetas mais surpreendente apresenta objetos que possuem um tamanho entre a Terra e Netuno e que orbita estrelas de todos os tipos, uma população de planetas que não existe no nosso Sistema Solar.

Outro tipo de exoplaneta interessante e enigmáticos são os Júpiteres Quentes que orbitam suas estrelas com períodos de milhares de vezes menor do que o nosso Júpiter aqui no Sistema Solar e os pequenos planetas que orbitam estrelas anãs, a uma pequena distância.

Ao mesmo tempo, esses dados de exoplanetas revelam a falta de planetas dentro de certas regiões.

Um exemplo notável é a existência do chamado Deserto de Netunos Quentes, ou a falta de planetas que possuem o tamanho e a massa de Netuno, mas que têm um período de menos de 4 dias ao redor de suas estrelas. A origem desses Netunos Quentes ainda é um grande mistério.

O exoplaneta recém-descoberto, conhecido como TOI-824b, parece que localiza-se na borda inferior do Deserto de Netunos Quentes.

Esse exoplaneta tem um raio equivalente a 2.9 vezes o raio da Terra, e uma massa equivalente a 18 vezes a massa da Terra, e um período orbital de 1.39 dias. A densidade média do planeta é de 4.03 g/cmˆ3, fazendo com que ele seja cerca de 2 vezes mais denso do que o Netuno do nosso Sistema Solar.

Os astrônomos detectaram o TOI-824b nos dados da TESS e então confirmaram a sua existência usando o Planet Finder Spectrograph, ou PFS, e o High Accuracy Radial Velocity Planet Searcher, ou HARPS, dois poderosos espectrógrafos na Terra.

O TOI-824b tem uma temperatura de equilíbrio bem alta, cerca de 980 graus Celsius, fazendo dele o planeta que provavelmente tem uma atmosfera sem nuvens e por isso se torna um belo candidato para ter a atmosfera estudada no futuro, principalmente com o James Webb.

A detectabilidade da sua atmosfera tanto com os instrumentos no espaço como em Terra é promissor e poderia levar a uma caracterização detalhada de algo inédito, esse seria o menor planeta localizado na borda do Deserto de Netuno a ter uma atmosfera retida até o momento.

Fonte:

[http://www.sci-news.com/astronomy/toi-824b-rare-hot-neptune-nearby-dwarf-star-08797.html]

Sérgio Sacani

Sérgio Sacani

Formado em geofísica pelo IAG da USP, mestre em engenharia do petróleo pela UNICAMP e doutor em geociências pela UNICAMP. Sérgio está à frente do Space Today, o maior canal de notícias sobre astronomia do Brasil.

Veja todos os posts

Arquivo