As Superfícies Retraídas de Mercúrio

Monday_October_14


observatory_15038A imagem acima mostra uma cratera sem nome com 35 km de diâmetro que é cruzada por uma escarpa na forma de lobo. As relações de sobreposição como essas fornecem aos cientistas fortes evidências de que a superfície de Mercúrio foi extensamente encolhida, provavelmente em resposta ao resfriamento e à contração do interior do planeta através dos tempos. Além disso, a mudança ocorrida na forma de uma cratera uma vez circular cortada por uma escarpa, fornece uma maneira de se estimar a quantidade de encolhimento horizontal através da escarpa. Essas relações, oferecem importantes ideias sobre o vasto desenvolvimento geológico sofrido pelo planeta Mercúrio.

A imagem acima foi adquirida como observação planejada de alta resolução. Observações planejadas são imagens feitas de pequenas áreas da superfície de Mercúrio com resoluções muito maiores que os tradicionais 200 metros por pixels usados na geração do mapa morfológico. Não é possível cobrir toda a superfície de Mercúrio com essa alta resolução, porém, algumas áreas com um alto interesse científico são imageada nesse modo a cada semana.

Fonte:

http://messenger.jhuapl.edu/gallery/sciencePhotos/image.php?page=1&gallery_id=2&image_id=1282


alma_modificado_rodape38

Sérgio Sacani

Sérgio Sacani

Formado em geofísica pelo IAG da USP, mestre em engenharia do petróleo pela UNICAMP e doutor em geociências pela UNICAMP. Sérgio está à frente do Space Today, o maior canal de notícias sobre astronomia do Brasil.

Veja todos os posts

Arquivo