fbpx

As Primeiras Estrelas Massivas da Galáxia Podem Ter Sido Spinstars

Estudando um conjunto extremamente antigo de sóis, os astrônomos aprenderam que as primeiras estrelas na galáxia podem ter tido uma rotação inesperadamente rápida, dando origem ao nome spinstars.
Estudando um conjunto extremamente antigo de sóis, os astrônomos aprenderam que as primeiras estrelas na galáxia podem ter tido uma rotação inesperadamente rápida, dando origem ao nome spinstars.

observatory_150105As estrelas mais velhas na galáxia podem pertencer a uma classe diferenciada e desconhecida chamada de spinstars. “Nós pensamos que as primeiras gerações de estrelas massivas tinham uma rotação muito rápida”, disse a principal pesquisadora Cristina Chiappini do Leibniz Institute for Astrophysics  Potsdam na Alemanha. “Devido a essa característica, chamamos essas estrelas de spinstars”.

Mesmo apesar das estrelas iniciais da galáxia já terem morrido a muito tempo, suas influências perduram até hoje. A equipe de Chiappini estudou um grupo de sóis tão velhos que somente as primeiras estrelas massivas poderiam ter existido e explodido antes. As estrelas estudadas por Chiappini são constituídas de material criado por esses sóis mais velhos. Mas a equipe se surpreendeu ao encontrar que essas estrelas produziram um conjunto inesperado de elementos. Essa discrepância desaparece, contudo, se esses sóis estivessem em rápida rotação.

“Nós mostramos que se as primeiras estrelas fossem spinstars, isso poderia oferecer uma explicação bem elegante a esse intrigante quebra-cabeça”, concluiu Chiappini.

Fonte:

www.astronomy.com

alma_modificado_rodape105

Sérgio Sacani

Formado em geofísica pelo IAG da USP, mestre em engenharia do petróleo pela UNICAMP e doutor em geociências pela UNICAMP. Sérgio está à frente do Space Today, o maior canal de notícias sobre astronomia do Brasil.

Veja todos os posts

Arquivo