fbpx

As Pepitas de Ouro Dos Astrônomos São Vermelhas – Space Today TV Ep.1329

—————————————————————————–

**** CONHEÇA A LOJA OFICIAL DO SPACE TODAY!

http://www2.spacetodaystore.com

Camisetas, e muitos produtos para vocês. Visite!

—————————————————————————–

**** VAKINHA DOS ALUNOS DE PÓS EM ASTRONOMIA DA USP!

https://www.vakinha.com.br/vaquinha/astronomos-da-usp-precisam-de-apoio-para-ir-ao-observatorio-eso

AJUDE O FUTURO DA ASTRONOMIA NO BRASIL!!!

—————————————————————————–

**** TWITTER DO PROFESSOR JORGE MELENDEZ DA USP – SIGA AGORA!!!

https://twitter.com/DrJorgeMelendez

—————————————————————————–

Existe no universo, um tipo de galáxia que foi descoberto a cerca de uma década atrás pelo Hubble, que recebeu o nome de Red Nugget, ou numa tradução livre de Pepitas Vermelhas.

Essas pepitas foram descobertas a princípio a longas distâncias da Terra, longa nesse caso quer dizer entre 3 e 4 bilhões de anos depois do Big Bang.

Devido a isso, essas galáxias são verdadeiras relíquias do início do universo.

Os astrônomos acreditam que as Pepitas Vermelhas sejam as antecessoras das gigantescas galáxias elípticas que vemos hoje, na verdade essas galáxias são parecidas com as elípticas, porém possuem um quinto do tamanho delas.

Na história da evolução do universo, a maior parte dessas pepitas vermelhas se fundiram e formaram galáxias maiores, porém algumas ainda ficaram intactas e essas galáxias intactas representam uma oportunidade incrível de se estudar como as galáxias e os buracos negros supermassivos em seus centros funcionavam a bilhòes de anos atrás e de forma isolada.

Pela primeira vez, porém, os pesquisadores resolveram usar o Chandra para fazer esse tipo de estudo.

eles apontaram para duas pepitas vermelhas, localizadas entre 290 e 350 milhões de anos-luz de distância da Terra, o que é uma distância muito mais próxima do que as distantes pepitas vermelhas normalmente detectadas.

Isso é muito importante pois sendo próximas essas galáxias se tornam verdadeiros laboratórios para serem estudados pelos astrônomos.

E ao estudar essas galáxias eles descobriram que os jatos de material gerados por parte da matéria que não cai no buraco negro e fica superaquecida e superacelerada em um disco ao redor dele, esquenta o gás da galáxia e esse gás quente impede a formação de novas estrelas.

Além disso os astrônomos descobriram também que boa parte da massa do buraco negro é de material galáctico, ou seja, além de impedir a formação de novas estrelas eles consomem material da sua própria galáxia para poder crescer.

Lembra que eu falo que as galáxias e seus buracos negros possuem uma relação simbiótica, é por esse tipo de efeito que os astrônomos só agora estão sendo capazes de confirmar graças ao estudo das pepitas vermelhas.

Muita coisa ainda precisa ser estudada, mas a cada momento entendemos um pouco mais a relação entre as galáxias e seus buracos negros.

Fonte:

http://chandra.harvard.edu/press/18_releases/press_062118.html

Artigo:

http://lanl.arxiv.org/pdf/1711.09983v2

https://www.padrim.com.br/spacetoday

Seja meu Patrão:

http://www.patreon.com/spacetoday

=====================================================

Seja um apoiador do Space Today:

https://apoia.se/spacetoday

=====================================================

Conheça a Agência Marcos Pontes e torne o seu sonho de conhecer o ESO em realidade:

http://www.agenciamarcospontes.com.br

http://www.agenciamarcospontes.com.br/visita-observatorios-telescopios-eso-atacama-viagem.php

=====================================================

Seja meu Patrão:

http://www.patreon.com/spacetoday

=====================================================

Apoio e apresentação:

http://deviante.com.br

A nova casa do SciCast

=====================================================

Science Vlogs Brasil:

https://www.youtube.com/channel/UCqiD87j08pe5NYPZ-ncZw2w/featured

http://scienceblogs.com.br/sciencevlogs/

https://www.youtube.com/channel/UCqiD87j08pe5NYPZ-ncZw2w/channels?view=60

=====================================================

Meus contatos:

BLOG: https://spacetoday.com.br

FACEBOOK: http://www.facebook.com/spacetoday

TWITTER: http://twitter.com/spacetoday1

YOUTUBE: http://www.youtube.com/spacetodaytv

Obrigado pela audiência e boa diversão!!!

=====================================================

Sérgio Sacani

Sérgio Sacani

Formado em geofísica pelo IAG da USP, mestre em engenharia do petróleo pela UNICAMP e doutor em geociências pela UNICAMP. Sérgio está à frente do Space Today, o maior canal de notícias sobre astronomia do Brasil.

Veja todos os posts

Arquivo

Instagram

Error validating access token: The session has been invalidated because the user changed their password or Facebook has changed the session for security reasons.