fbpx

As 14000 Estrelas da Nebulosa da Carina

carina_nebula


observatory_150105A Nebulosa da Carina, é uma região de formação de estrelas localizado no braço Sagittarius-Carina da Via Láctea que está a 7500 anos-luz de distância da Terra e o Observatório de Raios-X Chandra detectou mais de 14000 estrelas nessa região.

A visão de raios-X do Chandra fornece forte evidência que as estrelas massivas estão se auto destruindo nessa região de formação de estrelas próxima da Terra. Primeiramente existe uma deficiência observada de fontes de raios-X brilhantes na área conhecida como Trumpler 15, sugerindo que algumas estrelas massivas nesse aglomerado já estavam destruídas nas explosões de supernova. O Trumpler 15 está localizado na parte norte da imagem e é um dos dez aglomerados estelares presentes no complexo da Carina.

A detecção de seis possíveis estrelas de nêutrons, os densos núcleos frequentemente deixados para trás depois que as estrelas explodem em supernovas, fornece a evidência adicional de que a atividade de supernovas está aumentando na Carina. Observações anteriores tinham identificado somente uma estrela de nêutron na Carina.

Fonte:

https://plus.google.com/photos/+LyndaDidALencaster/albums/6007167017249212961/6007167017949529986?pid=6007167017949529986&oid=103326804592185967623


alma_modificado_rodape105

Sérgio Sacani

Formado em geofísica pelo IAG da USP, mestre em engenharia do petróleo pela UNICAMP e doutor em geociências pela UNICAMP. Sérgio está à frente do Space Today, o maior canal de notícias sobre astronomia do Brasil.

Veja todos os posts

Arquivo