Andando na Linha

Essa imagem mostra uma impressionante linha de crateras secundárias, formada por um conjunto de blocos de tamanhos similares expelidos pelo impacto que formou uma cratera sem nome ainda com 150 km de diâmetro, que tem seu anel visível um pouco para sudeste da parte inferior direita terminal da cadeia de crateras. As crateras secundárias individuais na cadeia têm entre 4 e 6 km de largura. A uniformidade do tamanho dessas crateras secundárias e do alinhamento das mesmas em uma linha quase que radial ao centro da cratera primária são pistas sobre a complexidade física envolvida no processo de impacto.

Fonte:

http://messenger.jhuapl.edu/gallery/sciencePhotos/image.php?page=1&gallery_id=2&image_id=808

Sérgio Sacani

Sérgio Sacani

Formado em geofísica pelo IAG da USP, mestre em engenharia do petróleo pela UNICAMP e doutor em geociências pela UNICAMP. Sérgio está à frente do Space Today, o maior canal de notícias sobre astronomia do Brasil.

Veja todos os posts

Arquivo

Instagram

Error validating access token: The session has been invalidated because the user changed their password or Facebook has changed the session for security reasons.