A Via Láctea Brilha Por Cima da Neve em La Silla

potw1319a

observatory_150105Na periferia do deserto do Atacama, longe das cidades do norte do Chile poluídas pela luz, o céu fica completamente negro depois do pôr do Sol. Tal céu permite fazer as melhores observações astronômicas  A uma altitude de 2400 metros, o Observatório de La Silla do ESO tem um vista incrivelmente límpida do céu noturno  No entanto, nem o local mais remoto, alto e seco consegue escapar ao mau tempo que, às vezes, se faz sentir nos meses de inverno, quando tapetes de neve cobrem o pico da montanha e as cúpulas dos telescópios.

Esta imagem mostra La Silla no inverno sob as miríades de estrelas da Via Láctea, o plano da qual atravessa a imagem. Visível (da direita para a esquerda) estão o telescópio de 3,6 metros do ESO, o New Technology Telescope (NTT) de 3,58 metros, o telescópio Schmidt de 1 metro do ESO e o telescópio MPG/ESO de 2,2 metros, que tem neve sobre a cúpula. A pequena cúpula do Coudé Auxiliary Telescope, que já não se encontra em funcionamento, pode ser vista junto ao telescópio de 3,6 metros, e entre este telescópio e o NTT vêem-se ainda os reservatórios de água do observatório.

Embora o aparecimento de neve em La Silla possa parecer surpreendente, o certo é que os locais elevados do ESO podem apresentar tanto temperaturas altas como baixas ao longo do ano e estarem ocasionalmente sujeitos a condições rigorosas.

Esta fotografia foi tirada por José Francisco Salgado, um Embaixador Fotográfico do ESO.

Fonte:

http://www.eso.org/public/portugal/images/potw1319a/

alma_modificado_rodape105

Sérgio Sacani

Sérgio Sacani

Formado em geofísica pelo IAG da USP, mestre em engenharia do petróleo pela UNICAMP e doutor em geociências pela UNICAMP. Sérgio está à frente do Space Today, o maior canal de notícias sobre astronomia do Brasil.

Veja todos os posts

Arquivo

Instagram

Error validating access token: The session has been invalidated because the user changed their password or Facebook has changed the session for security reasons.