A Região Central Do Aglomerado de Estrelas Messier 4 Como Observado Pelo VLT Na Década de 1990


O aglomerado globular Messier 4, ou M4, está localizado a aproximadamente 6000 anos-luz de distância da Terra. No céu ele pode ser visto na constelação do sul de Scorpius, o Escorpião, esse aglomerado agrupa aproximadamente 500000 estrelas unidas pela gravidade mútua. Existem aproximadamente 150 aglomerados como o Messier 4 na Via Láctea.

Essa imagem colorida foi obtida combinando três imagens feitas através de três diferentes filtros nos comprimentos de onda azul, verde e vermelho da luz. Elas foram obtidas durante a noite de 22 de Maio de 1998. Dessa maneira as estrelas são observadas nas suas cores verdadeira, variando desde a cor azul para as estrelas muito quentes, 10000 graus para as mais frias e vermelhas, 4000 graus.

Com uma exposição de somente 2 minutos o VLT foi capaz de detectar na luz azul as estrelas com magnitude 24 que constituem o Messier 4. Isso corresponde a um brilho 15 milhões de vezes mais apagado do que as estrelas mais apagadas visíveis com o olho humano. Isso foi conseguido mesmo através de um campo de visão que contava com a Lua acima do horizonte. A grande superfície do espelho do VLT UT1, 53 metros quadrados e a sua habilidade de produzir imagens nítidas, medidas como 0.53 arcos de segundo nessas imagens, algo que não pode ser conseguido por nenhum outro equipamento na Terra, garante que o Messier 4 possa ser observado de forma extremamente eficiente como é mostrado pela imagem acima.

Fonte:

http://www.eso.org/public/images/eso9820c/


Sérgio Sacani

Sérgio Sacani

Formado em geofísica pelo IAG da USP, mestre em engenharia do petróleo pela UNICAMP e doutor em geociências pela UNICAMP. Sérgio está à frente do Space Today, o maior canal de notícias sobre astronomia do Brasil.

Veja todos os posts

Arquivo

Instagram

Error validating access token: The session has been invalidated because the user changed their password or Facebook has changed the session for security reasons.