fbpx

A Primeira Antena de 7 Metros do ALMA Chega ao Topo do Chajnantor


A primeira das doze antenas de 7 metros de diâmetro do ALMA foi transportada no dia 24 de Agosto de 2011 para o platô de Chajnantor a 5000 metros de altura, onde o Atacama Large Millimeter/submillimeter Array (ALMA) está em construção. O ALMA é um gigantesco rádio telescópio composto de um conjunto de cinquenta antenas de 12 metros de diâmetro, bem como por um conjunto menor conhecido como Atacama Compact Array (ACA). Esse conjunto menor será composto por 4 antenas de 12 metros e por 12 antenas de 7 metros de diâmetro.

As 4 antenas de 12 metros do ACA já haviam sido transportadas até o platô, mas essa é a primeira antena de 7 metros que é levada até o Chajnantor. Ela pode ser vista no centro da foto acima circundada por algumas outras antenas que fazem parte do ALMA. Algumas formações de gelo ainda remanescentes das nevascas ocorridas nessa região do Chile podem ser vistas em primeiro plano na imagem.

A antena maior de 12 metros do conjunto principal não pode ser colocada a uma distância menor que 15 metros caso contrário elas se chocam umas com as outras. Essa separação mínima entre as antenas governa a escala máxima das feições que poderão ser detectadas no céu. Isso significa que o conjunto principal não pode observar feições mais largas de objetos que se localizam nas gigantes nuvens moleculares de gás na Via Láctea ou em galáxias próximas. O ACA é especificamente desenhado para ajudar o ALMA a fazer melhores observações desses extensos objetos. Como as suas antenas são menores, com 7 metros, elas podem ser colocadas mais próximas umas das outras fazendo delas melhores para medir as estruturas mais largas do que o conjunto principal.

O ALMA é uma instalação astronômica internacional, é uma parceria da Europa, América do Norte e Leste da Ásia em cooperação com a República do Chile. A construção e operação do ALMA são lideradas da Europa pelo ESO, da América do Norte pelo National Radio Astronomy Observatory (NRAO) e pelo Leste da Asia pelo National Astronomical Observatory of Japan(NAOJ). O Joint ALMA Observatory (JAO) fornece a liderança unificada e a administração da construção, comissionamento e operação do ALMA.

Todas as antenas do ACA estão sendo fornecidas pelo Japão através de um contrato com a MELCO (Mitsubishi Electric Corporation). O ALMA também terá 25 antenas de 12 metros fornecidas pelo ESO e 25 fornecidas pelo NRAO.

Fonte:

http://www.eso.org/public/images/potw1135a/


Sérgio Sacani

Formado em geofísica pelo IAG da USP, mestre em engenharia do petróleo pela UNICAMP e doutor em geociências pela UNICAMP. Sérgio está à frente do Space Today, o maior canal de notícias sobre astronomia do Brasil.

Veja todos os posts

Arquivo

Instagram

Instagram has returned empty data. Please authorize your Instagram account in the plugin settings .