A Parede de Cygnus

CygnusWallMP


observatory_150105A proeminente cadeia de emissão mostrada nessa vívida paisagem celeste é conhecida como Parede de Cygnus. Parte de uma nebulosa maior de emissão com uma distinta forma forma popularmente chamada de Nebulosa da América do Norte, a cadeia se expande por cerca de 10 anos-luz ao longo da linha de costa que sugere ser a costa oeste do México, na nebulosa que se assemelha a um continente. Construída a partir de dados de banda curta, os mapas de emissão cósmicos detalhados dos átomos de  enxofre, de hidrogênio e oxigênio, aparecem em vermelho, verde e azul. O resultado destaca a brilhante frente de ionização com finos detalhes das formas escuras e empoeiradas mostrando as suas silhuetas. Esculpidas pela radiação energética das estrelas massivas, quentes e jovens da região, as formas escuras que habitam a região são nuvens de gás frio e poeira com estrelas provavelmente formadas dentro delas. A Nebulosa da América do Norte, também conhecida como NGC 7000, localiza-se a cerca de 1500 anos-luz de distância da Terra. Para encontrá-la, olhe a nordeste da estrela brilhante Deneb na constelação de Cygnus. Se você quer entender um pouco mais sobre os detalhes da formação de estrelas nessa região da Nebulosa da América do Norte, o artigo abaixo traz um estudo que mostra a eficiência no processo de formação de estrelas de uma nuvem de ionização localizada nessa mesma região e de como extrapolar essa eficiência para toda a área.


Fonte:

http://apod.nasa.gov/apod/ap140703.html

alma_modificado_rodape105

Sérgio Sacani

Sérgio Sacani

Formado em geofísica pelo IAG da USP, mestre em engenharia do petróleo pela UNICAMP e doutor em geociências pela UNICAMP. Sérgio está à frente do Space Today, o maior canal de notícias sobre astronomia do Brasil.

Veja todos os posts

Arquivo

Instagram

Error validating access token: The session has been invalidated because the user changed their password or Facebook has changed the session for security reasons.