A NGC 1788 e Os Bigodes da Bruxa

NGC1788_davis

observatory_150105Essa paisagem celeste encontra um balanço estético da poeira e do gás interestelar residindo nos subúrbios da constelação rica em nebulosas, de Orion. Refletindo a luz da brilhante estrela Rigel, Beta Orionis, o queixo azulado da Nebulosa da Cabeça da Bruxa, a saliência, está na parte superior esquerda da imagem. Feições semelhantes a bigodes traçam o brilho vermelho do gás hidrogênio ionizado pela luz ultravioleta das estrelas, e parece conectar essa infame paisagem com nebulosas menores, como a empoeirada nebulosa de reflexão NGC 1788, à direita. Ventos fortes das estrelas brilhantes de Orion também dão forma para a NGC 1788, e provavelmente disparam a formação de jovens estrelas dentro dela. Apropriado, devido a sua localização, a NGC 1788 parece para alguns como um morcego cósmico. A cena acima se espalha por aproximadamente 3 graus no céu, ou o equivalente a 6 luas cheias.

Fonte:

http://apod.nasa.gov/apod/ap130419.html

alma_modificado_rodape105

Sérgio Sacani

Sérgio Sacani

Formado em geofísica pelo IAG da USP, mestre em engenharia do petróleo pela UNICAMP e doutor em geociências pela UNICAMP. Sérgio está à frente do Space Today, o maior canal de notícias sobre astronomia do Brasil.

Veja todos os posts

Arquivo