fbpx

A MAIOR PONTE DO UNIVERSO | SPACE TODAY TV EP2212

ENTRE NA COMUNIDADE SPARKLE DO SPACE TODAY NO HOTMART:

https://sparkle.onelink.me/twwu/spacetoday

——————————————————————–
VISITE A LOJA DO SPACE TODAY:

https://www.spacetodaystore.com

——————————————————————–

SEJA MEMBRO DO SPACE TODAY E AJUDE COM A CRIAÇÃO DE CONTEÚDO SÉRIA NA ÁREA DE ASTRONOMIA:

https://www.patreon.com/spacetoday

https://apoia.se/spacetoday

https://www.youtube.com/channel/UC_Fk7hHbl7vv_7K8tYqJd5A/join

——————————————————————–

O universo é repleto de objetos e fenômenos que realmente fazem a gente repensar muito sobre a vida e sobre nós mesmos.

Existe um agrupamento de objetos no universo que é chamado de aglomerado de galáxias.

Esse são considerados as maiores estruturas do universo que são unidas pela gravidade.

Um aglomerado de galáxia pode conter centenas ou até milhares de galáxias juntas.

E dentro desses aglomerados existe uma grande quantidade gás que é aquecido a milhões de graus.

Quando isso acontece, o gás começa a emitir boa parte da sua radiação no comprimento de ondas de raios-X.

E por esse motivo, observatórios de raios-X como o Chandra, o XMM-Newton, o NuSTAR e outros conseguem observar muito bem esses objetos e estudar seus detalhes.

Os astrônomos gostam de estudar os aglomerados de galáxias pois eles são essenciais para entender o universo na grande escala e para também entender mais sobre a matéria escura, pois podem ser usado para medir a massa e mapear a sua estrutura.

Um desses aglomerados de galáxias, na verdade é um sistema, conhecido como Abell 2384.

Ele está localizado a aproximadamente 1.2 bilhão de anos-luz de distância da Terra.

O aglomerado todo, somando, matéria escura, gás, e as galáxias tem, se preparem, 260 trilhões de vezes a massa do Sol.

Mas o mais impressionante nem é isso.

Há centenas de milhões de anos dois aglomerados de galáxias colidiram e um passou pelo outro.

Quando isso aconteceu foi criada uma ponte de gás extremamente quente entre os dois, e esse é o sistema Abell 2384.

São dois aglomerados de galáxias que colidiram e uma ponte de gás ligando os dois.

Só agora com a integração do Chandra, do XMM-Newton e de um radio telescópio indiano, foi possível ver em detalhes essa ponte.

E essa pode ser considerada a maior ponte do universo.

Ela é feita de gás aquecido a milhões de graus e tem 3 milhões de an0s-luz de extensão e uma massa, só a ponte, de 6 trilhões de vezes a massa do Sol.

Espero que isso não desencadeie em você uma crise existencial.ahaha

Esse estudo integrado do Abell 2384 mostrou o local exato onde a colisão entre os aglomerado aconteceu e também indicou algo raro, que a interação entre eles se dá não pelo buraco negro central dos aglomerados mas sim pela parte externa que criou essa gigantesca ponte de gás entre eles.

Os astrônomos com esses dados todos simularam toda essa situação e as simulações mostraram que os aglomerados ficam oscilando como um pêndulo até que um dia irão se fundir completamente.

Esse estudo dá aos astrônomos a chance de ver como os aglomerados de galáxias crescem no universo e como isso pode formar as estruturas de mais grande escala no cosmos.

Isso pode dar a chance de entender também a distribuição da matéria escura, a quantidade dela nos aglomerados e como a matéria se comporta em situação extremamente extremas.

Fontes:

https://chandra.harvard.edu/photo/2020/a2384/

Leia o artigo na comunidade do Space Today no Sparkle:

https://sparkle.hotmart.com/s/339276/spacetoday/comunidade-sergio-1583955719045/a-rare-case-of-fr-i-interactio

#GALAXYCLUSTER #BLACKHOLE #SPACETODAY

Sérgio Sacani

Formado em geofísica pelo IAG da USP, mestre em engenharia do petróleo pela UNICAMP e doutor em geociências pela UNICAMP. Sérgio está à frente do Space Today, o maior canal de notícias sobre astronomia do Brasil.

Veja todos os posts

Arquivo

Instagram

Instagram has returned empty data. Please authorize your Instagram account in the plugin settings .