fbpx

A História da Descoberta do Primeiro Exoplaneta – Space Today TV Ep.1288

**** CONHEÇA A LOJA OFICIAL DO SPACE TODAY!

http://www2.spacetodaystore.com

Camisetas, e muitos produtos para vocês. Visite!
—————————————————————————–

Talvez você já tenha ouvido a história do primeiro exoplaneta que foi descoberto.

Lá nos idos de 1995, um exoplaneta foi descoberto ao redor da estrela 51 Pegasi e foi chamado de 51 Pegasib.

Só tem um problema nessa história, esse não foi o primeiro exoplaneta descoberto.

Talvez tenha sido o primeiro descoberto ao redor de uma estrela parecida com o Sol, mas no compto geral, ele deve ter sido, o terceiro, ou quarto.

Antes disso, entre 1992 e 1994, os astrônomos estudando um pulsar, chamado hoje de Lich, descobriram um sistema planetário ao seu redor.

Isso mesmo, o primeiro de todos os exoplanetas descobertos foi descoberto ao redor de um pulsar.

Lembrando, um pulsar é uma estrela de nêutrons altamente magnetizada em rotação que emite feixes de radiação em ondas de rádio na direção da Terra.

Eles são os restos de uma estrela massiva que já morreu.

Os pulsares são considerados os relógios mais precisos do universo, pois os pulsos de radiação que eles emitem são detectados em intervalos precisos sem variar em milhões e milhões de anos.

E foi assim que o exoplaneta foi descoberto, os astrônomos notaram uma variação inesperada nos pulsos emitidos pelo pulsar, o sinal atrasava um pouco para chegar e isso não podia acontecer com o pulsar.

foi quando ao modelar os dados ele chegaram a conclusão que deveria existir ao redor desse pulsar um conjunto de exoplanetas, na verdade 3 foram descobertos.

Eles foram chamados de Poltergeist, Phobetor e Draugr, 2 deles com a massa poucas vezes maior que massa da Terra, e um deles com a massa semelhante à massa da nossa Lua, e é considerado o menor exoplaneta já detectado.

Eles orbitam o pulsar numa distância duas vezes mais perto do que a Terra está do Sol.

Agora a questão é como explicar a existência desses exoplanetas, pois um pulsar é uma estrela morta, se os planetas existiam na estrela eles deveriam ter morrido também, ou seja, eles não deveriam existir.

Existe uma explicação, normalmente esses pulsares, ou estrelasde nêutrons aparecem em pares, com uma companheira.

A hipótese é que essa estrela companheira possuía os exoplanetas, e depois de desaparecer pelo fato do pulsar sugar sua matéria, foi criado um disco de detritos so redor do pulsar e esses exoplanetas se formaram ali, ou seja, a formação seria posterior à morte da estrela que resultou no pulsar.

Os astrônomos dizem, se os planetas nascem num disco ao redor de estrelas, por que não em estrelas que estào morrendo?

e olha que interessante, os planetas se formaram de uma estrela morta e hoje orbitam outra estrela morta, é no mínimo curioso.

Outra coisa, em estrelas comuns a maior parte delas possuem planetas, já no caso dos pulsares, só observamos planetas em 1% deles.

Essa é a história curiosa do primeiro exoplaneta detectado pelos astônomos, e foi ao redor de um pulsar!!!

https://www.padrim.com.br/spacetoday

Seja meu Patrão:

http://www.patreon.com/spacetoday

=====================================================

Seja um apoiador do Space Today:

https://apoia.se/spacetoday

=====================================================

Conheça a Agência Marcos Pontes e torne o seu sonho de conhecer o ESO em realidade:

http://www.agenciamarcospontes.com.br

http://www.agenciamarcospontes.com.br/visita-observatorios-telescopios-eso-atacama-viagem.php

=====================================================

Seja meu Patrão:

http://www.patreon.com/spacetoday

=====================================================

Apoio e apresentação:

http://deviante.com.br

A nova casa do SciCast

=====================================================

Science Vlogs Brasil:

https://www.youtube.com/channel/UCqiD87j08pe5NYPZ-ncZw2w/featured

http://scienceblogs.com.br/sciencevlogs/

https://www.youtube.com/channel/UCqiD87j08pe5NYPZ-ncZw2w/channels?view=60

=====================================================

Meus contatos:

BLOG: https://spacetoday.com.br

FACEBOOK: http://www.facebook.com/spacetoday

TWITTER: http://twitter.com/spacetoday

YOUTUBE: http://www.youtube.com/spacetodaytv

Obrigado pela audiência e boa diversão!!!

=====================================================

Sérgio Sacani

Sérgio Sacani

Formado em geofísica pelo IAG da USP, mestre em engenharia do petróleo pela UNICAMP e doutor em geociências pela UNICAMP. Sérgio está à frente do Space Today, o maior canal de notícias sobre astronomia do Brasil.

Veja todos os posts

Arquivo

Instagram

Error validating access token: The session has been invalidated because the user changed their password or Facebook has changed the session for security reasons.