A Geração do Mapa Base de Mercúrio Com Ângulos de Alta Incidência

Ambas as imagens acima mostram a mesma porção da região de Tir Planitia, uma região de planícies suaves perto do equador de Mercúrio. A imagem da esquerda é parte do mapa base morfológico global de superfície feito pelo instrumento MDIS, enquanto a imagem da direita é parte do mapa base de ângulo de alta incidência gerado pelo instrumento MDIS.

O mapa base com ângulo de alta incidência é a maior atividade de mapeamento na missão estendida da MESSENGER e complementa o mapa base morfológico de superfície gerado durante a missão primária da sonda MESSENGER em  Mercúrio, que foi adquirido com ângulos de incidência mais moderados. Ângulos de alta incidência, são conseguidos quando o Sol está perto do horizonte, resultando em longas sombras que acentuam as feições geológicas e topográficas de pequena escala. Assim sendo, paisagens como dobras de cadeias que não são prontamente visíveis no mapa morfológico de superfície (setas amarelas) tornam-se aparentes em ângulos de alta incidência (setas vermelhas). O mapa base com ângulo de alta incidência está sendo gerado com imagens que possuem uma resolução média de 200 metros por pixel.

Fonte:

http://messenger.jhuapl.edu/gallery/sciencePhotos/image.php?page=1&gallery_id=2&image_id=864

Sérgio Sacani

Sérgio Sacani

Formado em geofísica pelo IAG da USP, mestre em engenharia do petróleo pela UNICAMP e doutor em geociências pela UNICAMP. Sérgio está à frente do Space Today, o maior canal de notícias sobre astronomia do Brasil.

Veja todos os posts

Arquivo

Instagram

Error validating access token: The session has been invalidated because the user changed their password or Facebook has changed the session for security reasons.