A Galáxia Espiral Barrada NGC 1073

Muitas galáxias espirais possuem barras cruzando o seu centro. Mesmo na nossa própria Via Láctea, acredita-se que exista uma barra, mesmo que modesta. A imagem acima mostra a galáxia NGC 1073 que tem uma barra central bem proeminente e foi registrada em detalhe na imagem recentemente lançada pelo Telescópio Espacial Hubble. Na imagem acima pode-se ver com clareza as linhas escuras de poeira em forma de filamentos, os jovens aglomerados de estrelas azuis brilhantes, as nebulosas de emissão vermelha de gás hidrogênio brilhante, uma longa barra brilhante de estrelas cruzando o centro da galáxia, e um brilhante núcleo ativo que na verdade é o lar de um buraco negro supermassivo. A luz leva aproximadamente 55 milhões de anos para sair da NGC 1073 e alcançar nossos olhos, e a galáxia se espalha por aproximadamente 80000 anos-luz de diâmetro. Na verdade, não é necessário ter acesso ao Hubble para observar a NGC 1073, ela pode ser vista até mesmo com telescópios modestos quando apontados para a constelação do Monstro Marinho, Cetus. Devido a um alinhamento, a imagem acima não somente registra o sistema de estrelas de emissão de raios-X brilhantes IXO 5, visível na parte superior esquerda da imagem e provavelmente localizada no interior da espiral barrada como também 3 quasares mais distantes.

Fonte:

http://apod.nasa.gov/apod/ap120220.html

Sérgio Sacani

Sérgio Sacani

Formado em geofísica pelo IAG da USP, mestre em engenharia do petróleo pela UNICAMP e doutor em geociências pela UNICAMP. Sérgio está à frente do Space Today, o maior canal de notícias sobre astronomia do Brasil.

Veja todos os posts

Arquivo

Instagram

Error validating access token: The session has been invalidated because the user changed their password or Facebook has changed the session for security reasons.