A Fina Lua Prateada

A Lua quando está jovem, ou seja, quando acaba de passar pela fase nova, é sempre um alvo celeste maravilhoso de ser observado, mas raramente pode-se ver a Lua nessa fase, de maneira suficiente para que se possam identificar crateras em seu fino arco prateado. A foto acima, porém, contradiz isso, já que a Lua com somente 4% de seu disco iluminado foi registrada de maneira magnífica de modo que muitas crateras podem ser vistas claramente. Algumas crateras mais proeminentes podem ser vistas em destaque na imagem acima, de modo que pode ajudar qualquer um a encontrá-las. Provavelmente poucas pessoas observam sabiamente as crateras Behaim ou a Ansgarius, pois se você olhar nessa região da Lua com certeza toda a sua atenção se voltará para a cratera Humboldt, que é grande, tem ranhuras e restos de mares. Não se preocupem as crateras menos famosas perto do limbo são as crateras menos conhecidas da Lua.

Fonte:

https://lpod.wikispaces.com/April+27%2C+2012

Sérgio Sacani

Sérgio Sacani

Formado em geofísica pelo IAG da USP, mestre em engenharia do petróleo pela UNICAMP e doutor em geociências pela UNICAMP. Sérgio está à frente do Space Today, o maior canal de notícias sobre astronomia do Brasil.

Veja todos os posts

Arquivo

Instagram

Error validating access token: The session has been invalidated because the user changed their password or Facebook has changed the session for security reasons.