A Espetacular Cratera Ryder na Lua

A cratera Ryder na Lua tem uma forma bem estranha. Quando se observa a cratera, uma pergunta vem a tona, ela é uma cratera ou são duas? Ela tem 17 km em sua direção maior e 13 km na direção menor. O interior oeste da cratera está localizada a aproximadamente 1500 metros abaixo do anel oeste, enquanto que a porção leste do anel está a 3000 metros acima do mesmo interior. O escudo leste observado acima está 5000 metros acima do anel oeste.

Como a cratera Ryder ficou desse jeito? Ela se formou num talude íngreme, que certamente contribuiu para a sua estranha morfologia, mas ela pode ter se formado como resultado de um impacto oblíquo. Mas por que a sua forma lembra um boneco de neve? Ela foi formada por um impacto, ou por um asteroide que se dividiu? Como na maior parte dos complicados problemas geológicos, a resposta real é provavelmente uma combinação das duas hipóteses.

A cratera Ryder tem esse nome em homenagem a Graham Ryder um geólogo planetário que fez importantes contribuições para o nosso entendimento atual sobre a Lua. A imagem dessa cratera faz todo o sentido essa semana, pois está acontecendo a Lunar and Planetary Science Conference, onde muitos resultados sobre a Lua, Marte, Mercúrio e outros corpos do Sistema Solar estão sendo apresentados.

A imagem estereográfica feita com a câmera WAC da sonda LRO nos fornece uma impressionante imagem da topografia global dessa cratera. Contudo, para revelar a verdadeira história da cratera Ryder os cientistas precisam de mapas topográficos com linhas de contorno a cada 10 metros ou com uma resolução ainda melhor. Com o progresso da missão LRO a cratera Ryder será imageada em estereografia pela câmera NAC da sonda LRO, fornecendo aos cientistas imagens com melhor resolução e dando assim a oportunidade de modelar como essa cratera única se formou.

The WAC stereo dataset gives an awesome look at global topography. However, to really unravel the history of Ryder crater scientists need topographic maps with 10 meter contours, or better. As the LRO mission progresses Ryder crater will be imaged in stereo by the NAC, providing scientists with a higher resolution look, and thus the opportunity to model how this unique crater formed.

Fonte:

http://lroc.sese.asu.edu/news/index.php?/archives/546-Ryder-Spectacular!.html

Sérgio Sacani

Sérgio Sacani

Formado em geofísica pelo IAG da USP, mestre em engenharia do petróleo pela UNICAMP e doutor em geociências pela UNICAMP. Sérgio está à frente do Space Today, o maior canal de notícias sobre astronomia do Brasil.

Veja todos os posts

Arquivo

Instagram

Error validating access token: The session has been invalidated because the user changed their password or Facebook has changed the session for security reasons.