A Cratera Lunar Wargentin

wagertin


observatory_150105Crateras genuínas do tipo de Wargentin são poucas e distantes entre si na superfície lunar.

Elas têm a aparência de moeda e devem ter sido preenchidas com lava de fissuras ou dutos do interior das muralhas da cratera.

No caso de Wargentin, isto parece ter atingido um nível tal que violou o muro a oeste e fluiu sobre ela para a planície circundante.

Sua aparência é de um pequeno planalto, e o mistério tem sido explicar por que Wargentin não é mais escura, como os lagos de lava no extremos norte e sul de Schickard. Uma teoria, apoiada por algumas provas de observação, é que ela foi significativamente atenuada pelo material ejetado de Tycho.

Enfim esta é uma cratera bastante incomum, parecendo ser formada por um platô e não uma cratera. Para o lado oeste ela parece que está transbordando, já nos outros pontos cardeais se nota um arco de montanhas baixas parecendo uma ferradura. É uma cratera que merece uma pesquisa mais a fundo.
Acima está uma foto obtida pelo Avaní Soares através do Quick Map onde foram traçado 2 perfis altimétricos que demonstram com exatidão o exposto acima.

A foto foi obtida através de apenas 90 frames empilhados no AS!2. O
pós processamento no Photofiltre e Irfan

Fonte:

https://www.facebook.com/avani.soares.5


alma_modificado_rodape105

Sérgio Sacani

Sérgio Sacani

Formado em geofísica pelo IAG da USP, mestre em engenharia do petróleo pela UNICAMP e doutor em geociências pela UNICAMP. Sérgio está à frente do Space Today, o maior canal de notícias sobre astronomia do Brasil.

Veja todos os posts

Arquivo