A Cratera Inundada Monteverdi Em Mercúrio

EW1008598073G.3band.mapped


observatory_1501054A grande cratera vista na imagem acima, localizada nas planícies do hemisfério norte de Mercúrio, exibe sinais de extensas inundações causadas por lava. Similar às crateras fantasmas que foram completamente cobertas pelos fluxos vulcânicos, grande parte do anel norte da Monteverdi e o seu interior foram inundados e preenchidos pela lava. Somente partes remanescentes do anel sul da Monteverdi podem ser vistas projetadas sobre o interior relativamente plano da cratera. Essa cratera recebeu esse nome em homenagem ao compositor italiano Claudio Monteverdi (1567 – 1643), cuja música marcou a transição entre o estilo Renascentista e o estilo Barroco.

A imagem acima foi adquirida como parte da campanha de imagens coloridas de ângulo de fase mínima do instrumento MDIS. Perto da região polar norte de Mercúrio, o ângulo de incidência (medido a partir da vertical) é sempre alto, pois o Sol está sempre baixo no horizonte. A campanha de imagens coloridas de ângulo com fase mínima, adquiri imagens sob condições que minimizam as sombras na imagem observando a superfície o mais próximo possível da mesma direção de iluminação do Sol, o que, por sua vez, minimiza a fase do ângulo. As imagens nessa campanha são adquiridas através dos cinco filtros coloridos de banda curta da câmera NAC, para regiões ao norte dos 60º N, com uma resolução média de 500 metros por pixel. A campanha de imagens coloridas com ângulo de fase mínima começou em Março de 2013.

Fonte:

http://messenger.jhuapl.edu/gallery/sciencePhotos/pics/EW1008598073G.3band.mapped.png


alma_modificado_rodape1053

Sérgio Sacani

Sérgio Sacani

Formado em geofísica pelo IAG da USP, mestre em engenharia do petróleo pela UNICAMP e doutor em geociências pela UNICAMP. Sérgio está à frente do Space Today, o maior canal de notícias sobre astronomia do Brasil.

Veja todos os posts

Arquivo