fbpx

A Complexidade Tectônica nas Feições de Impacto de Mercúrio

c_Wednesday

observatory_150105A superfície de Mercúrio é coberta com crateras de impacto, muitas das quais foram inundadas por lavas. Um subconjunto de feições de impacto inundadas abrigam estruturas tectônicas, como grabens (mostrado em vermelho na imagem acima), cadeias e escarpas (azul), que se formaram durante ou depois do preenchimento vulcânico. Essas feições de impacto variam das chamadas crateras fantasmas, passando pelas bacias de tamanho médio, como a Mozart, até as maiores bacias em Mercúrio, incluindo a Rembrandt e até mesmo a Caloris. O mapeamento dessas estruturas, e a caracterização da natureza e da distribuição espaço temporal das mesmas, ajuda os cientistas a entenderem os processos responsáveis pela complexidade tectônica dentro das crateras e bacias vulcanicamente preenchidas de Mercúrio.

Fonte:

http://messenger.jhuapl.edu/gallery/sciencePhotos/image.php?page=1&gallery_id=2&image_id=1119

alma_modificado_rodape105

Sérgio Sacani

Formado em geofísica pelo IAG da USP, mestre em engenharia do petróleo pela UNICAMP e doutor em geociências pela UNICAMP. Sérgio está à frente do Space Today, o maior canal de notícias sobre astronomia do Brasil.

Veja todos os posts

Arquivo