fbpx

A COLISÃO DE ANDRÔMEDA COM A VIA LÁCTEA

No nosso Grupo Local de galáxias, nós temos uma companheira muito interessante, seu nome Galáxia de Andrômeda, também conhecida como M31.

Essa galáxia está localizada a aproximadamente 2.5 milhões de anos-luz de distância da Via Láctea, e existe a ideia de que daqui um 5 bilhões de anos, as duas galáxias vão passar por um processo de fusão/colisão.

A galáxia de Andrômeda é cerca de 30 vezes mais massiva que a Via Láctea, embora sejam galáxias de tamanhos equivalentes, mas tanto na questão da massa como no tamanho tem muito estudo que ainda é feito.

A galáxia de Andrômeda é muito importante na história do nosso conhecimento do universo, ela foi usada em 1912 pelo astrônomo Vesto Slipher que descobriu que ela estava em rota de colisão com a Via Láctea, e depois foi muito estudada por Edwin Hubble que começou a observar a definir a sua constante de Hubble e descobriu que ela seria outra galáxia e não simplesmente uma nebulosa como se pensava.

Aliás, aqui vale uma explicação, mutia gente fala da expansão do universo e que as galáxias se afastam de nós, mas Andrômeda está se aproximando de nós, como isso é possível?

Bem, dentro do mesmo agrupamento de galáxias as coisas são dominadas pela gravidade, então as galáxias podem se afastar, se aproximar e até mesmo chocar umas com as outras.

E é isso que vai acontecer entre a Via Láctea e Andrômeda.

As duas galáxias possuem no seu centro buracos negros supermassivos e aí vem a pergunta, o que vai acontecer com eles, eles vão se fundir e criar um maior, vamos ter uma galáxia com dois buracos negros supermassivos, qual será o destino?

Um grupo de pesquisadores agora fez um conjunto de simulações para entender tudo o que vai acontecer entra a Via Láctea e Andrômeda.

Para iniciar o modelo os astr6onomos definiram primeiro a velocidade com a qual as galáxias se aproximam, cerca de 110 km/s

E calcularam também a distância entre elas, 780 megaparsecs.

Rodando as simulações, os astrônomos descobriram que as duas galáxias vão começar a colidir daqui 4.3 bilhões de anos e estarão completamente fundidas em 10 bilhòes de anos.

As simulações mostraram que a fusão irá criar uma gigantesca galáxia do tipo elíptica, e aí qual o nome: Viameda, Androlactea, ou outro, deem sugestões.

Essas novas simulações mostraram também o que vai acontecer com os buracos negros supermassivos das duas galáxias.

De acordo com o estudo, os buracos negros supermassivos das duas galáxias irão se fundir um com outro 16.6 milhões de anos depois da fusão das galáixas, criando um buraco negro supermassivo maior ainda.

Qualquer civilização situada a 3.25 milhòes de anos-luz distância dos buracos negros poderá detectar as ondas gravitacioanis geradas por eles.

Fontes:

https://arxiv.org/pdf/2102.10938.pdf

ANDROMEDA #MILKWAY #SPACETODAY

Sérgio Sacani

Formado em geofísica pelo IAG da USP, mestre em engenharia do petróleo pela UNICAMP e doutor em geociências pela UNICAMP. Sérgio está à frente do Space Today, o maior canal de notícias sobre astronomia do Brasil.

Veja todos os posts

Arquivo

Instagram

Instagram has returned empty data. Please authorize your Instagram account in the plugin settings .