fbpx

A CABELEIRA GRAVITACIONAL DOS BURACOS NEGROS – SPACE TODAY TV EP2416

LINK PARA COMPRAR AS MINIATURAS NA LOJA:

https://www.spacetodaystore.com/produtos/kit-1-crew-falcon-3-camisetas-2-canecas-1-poster/?variant=272646477

COMECE O ANO DE 2021 APRENDENDO ASTRONOMIA NA ACADEMY SPACE:

<a href="https://academyspace.com.br/bigbang/" target=”_blank” rel=”nofollow”>https://academyspace.com.br/bigbang/

ESCUTE A MAIS NOVA EDIÇÃO DO PODCAST HORIZONTE DE EVENTOS COM A HISTÓRIA SOBRE A MISSÃO APOLLO 5:

https://open.spotify.com/episode/5PCpFJLybr4MJbm9GbJCax?si=xUNr0cgMSeqTYyqkW54vqg

COMUNIDADE SPACE TODAY NO HOTMART SPARKLE:

https://sparkle.hotmart.com/t/spacetoday/comunidade-sergio-1583955719045

Os buracos negros estão entre os objetos mais misteriosos do nosso universo.

Eles são intrigantes, pois eles são considerados como sendo uma das mais simples soluções para as equações de campo da Teoria Geral da Relatividade de Albert Einstein.

Os buraco negros são tão simples, que eles podem ser caracterizados de forma completa por 3 propriedades físicas – sua massa, sua rotação e a sua carga.

E por isso surgiu uma afirmação muito famosa para quem trabalha com buracos negros, que os buracos negros não tem cabelo, ou seja, não tem mais nada para complicar a sua caracterização, isso quer dizer que buracos negros que tenham a mesma massa, carga e rotação são iguais.

Mas será que isso realmente vale para todos os tipos de buracos negros?

Muito bem, um grupo de pesquisadores resolveu testar o teorema de que os buracos negros não possuem cabelo num tipo específico e extremo de buraco negro.

Esse tipo de buraco negro é conhecido como Buraco Negro de Kerr e ele é saturado com uma carga máxiama ou rotação.

Para realizar esse estudo os pesquisadores usaram simulações numéricas que foram rodadas em em placas gráficas NVDIA usando a GPU dessas placas, cada uma com mais de 5000 cores em paralelo.

Mesmo assim, com toda essa potência computacional a serviço dos pesquisadores, foram semanas rodando os modelos dos buracos negros.

Ao rodar essas simulações os resultados foram surpreendentes.

Todo esse teorema dos buracos negros não terem cabelo são independentes do tempo, porém os resultados das simulações mostraram que existe uma quantidade que pode ser construída a partir da curvatura do espaço-tempo no horizonte de eventos do buraco negro que é conservada, e mensurável por um observador distante.

Mas essa quantidade depende de como o buraco negro foi formado e não somente dos três atributos clássicos do buraco negro.

O que viola o que chamamos de unicidade, pois essa quantidade varia com o tempo ao logo do horizonte de eventos do buraco negro.

Sabe o que acontece então, os buracos negros passam a ter cabelo, e em alguns casos pode ser até uma grande cabeleira.

Isso quer dizer que os Buracos Negros de Kerr podem ter uma cabeleira gravitacional e que pode ser medida.

Os pesquisadores falaram que esse efeito, ou essa quantidade chamada de Carga de Aretakis, pode ser medida pelos detectores de onda gravitacional.

Isso acontece porque os buracos negros realistas, são bem próximos desse tipo de buraco negro extremo, então isso faria possível mesmo a sua medição.

Vamos aguardar a descoberta e constatação desse cabelo gravitacional pelos pesquisadores, já que eles usaram modelos e modelos possuem suas simplificações para poder ser rodado.

Fonte:

https://www.umassd.edu/news/2021/professor-gaurav-khanna-finds-breakthrough-black-hole-research.html

https://arxiv.org/pdf/2005.07294.pdf

#BLACKHOLES #NOHAIR #GRAVITATIONALHAIR

Sérgio Sacani

Formado em geofísica pelo IAG da USP, mestre em engenharia do petróleo pela UNICAMP e doutor em geociências pela UNICAMP. Sérgio está à frente do Space Today, o maior canal de notícias sobre astronomia do Brasil.

Veja todos os posts

Arquivo

Instagram

Instagram has returned empty data. Please authorize your Instagram account in the plugin settings .