fbpx
17 de setembro de 2021

A Bioluminescência da Água do Mar e o Brilho Intenso da Via Láctea na Costa Francesa

Plancton phosphorescent

A foto panorâmica mostrada acima apresenta as águas bioluminescentes da ilha de Houat na costa sul da Britânia, na França, juntamente com um belo e também luminoso céu noturno. A bioluminescência nas águas do mar é normalmente produzida por colônias de bactérias em associação com a explosão de microalgas perto da superfície do mar ou na própria superfície da água. Às vezes, o mar precisa ser perturbado de alguma maneira, por exemplo, por ondas, para fazer com que a água brilhe, ou seja, para fazer com que os organismos marinhos emitam sua luz fria. Acredita-se que os comprimentos de onda curtos da luz azul impedem a chegada de predadores ou eventualmente atrai as presas. A foto abaixo foi capturada na costa da ilha de Hoëdic, a cerca de 20 km de Houat. Note que a olho nu, o brilho da água era mais apagado, contanto, a imagem registrada com uma lente grande angular permitiu capturar o colorido da luz.

O céu acima do oceano também se apresenta muito brilhante, destacando a parte central da Via Láctea nas constelações de Sagittarius e Escorpião. As fotos aqui mostradas foram feitas nos dias 14 e 15 de Abril de 2015.

bioluminescencia_franca_02

Fonte:

http://epod.usra.edu/blog/2015/06/seawater-bioluminesence-and-milky-way-glow.html

alma_modificado_rodape105

Sérgio Sacani

Formado em geofísica pelo IAG da USP, mestre em engenharia do petróleo pela UNICAMP e doutor em geociências pela UNICAMP. Sérgio está à frente do Space Today, o maior canal de notícias sobre astronomia do Brasil.

Veja todos os posts

Arquivo