A Ampulheta Cósmica

A imagem acima mostra um belo retrato da M1-63, um belo exemplo de uma nebulosa planetária bipolar que fica localizada na constelação do Escudo. Uma nebulosa como essa é formada quando a estrela no seu centro expele uma grande quantidade de material de suas camadas mais externas, deixando para trás uma bela nuvem de gás e poeira.

Essa forma bipolar que lembra uma borboleta e até mesmo uma ampulheta é gerada, pois no centro ao invés de uma estrela, existem duas estrelas. E a forma surge pois o material que é expelido pela estrela é afunilado em direção aos polos, com a ajuda da estrela companheira, criando assim essa forma de duplo lóbulo observada em nebulosas, como a M1-63.

Crédito:

ESA/Hubble & NASA, L. Stanghellini

Fonte:

https://esahubble.org/images/potw2106a/

Sérgio Sacani

Sérgio Sacani

Formado em geofísica pelo IAG da USP, mestre em engenharia do petróleo pela UNICAMP e doutor em geociências pela UNICAMP. Sérgio está à frente do Space Today, o maior canal de notícias sobre astronomia do Brasil.

Veja todos os posts

Arquivo