image_2437-Kepler-444

Kepler-444: Cinco Exoplanetas São Descobertos Orbitando Uma Antiga Estrela com 11 Bilhões de Anos

Space Today
28 jan 2015

image_2437-Kepler-444

observatory_150105Uma equipe internacional de astrônomos liderada pelo Dr. Tiago Campante da Escola de Física e Astronomia da Universidade de Birmingham, no Reino Unido, descobriu um sistema extrassolar extremamente antigo com cinco planetas de tamanho sub-terrestre.

A Kepler-444 é uma estrela parecida com o Sol pobre em metal localizada na constelação de Lyra a cerca de 116.4 anos-luz de distância da Terra.

Também conhecida como HIP 94931, KIC 6278762, KOI-3158 e LHS 3450, essa pálida estrela amarela alaranjada é muito brilhante e pode ser facilmente observada com binóculos.

Essa estrela se formou a 11.2 bilhões de anos atrás, quando o universo tinha menos de 20% da sua idade atual. Essa estrela é aproximadamente 25% menor que o Sol e substancialmente mais fria.

A estrela abriga um sistema multi-planetário compacto de cinco exoplanetas com tamanhos variando a tamanhos equivalente de Mercúrio e Vênus.

“Esse é o mais antigo sistema conhecido de planetas de tamanho terrestre na nossa Via Láctea – algo em torno de duas vezes e meia mais antigo do que a Terra”, dizem os astrônomos.

O cinco exoplanetas, chamados de Kepler-444 b, c, d, e e f, orbitam sua estrela mãe num período de menos de 10 dias, o que equivale a uma distância de menos de um décimo da distância entre a Terra e o Sol.

Eles foram detectados a partir da diminuição que ocorre no brilho da estrela quando eles passam na frente do disco da Kepler-444.

“Observações ininterruptas e longas são necessárias para observar as fracas pulsações. Somente com os dados de altíssima qualidade da missão Kepler isso tem sido possível”, disse o Dr. Timothy White do Instituto de Astrofísica da Universidade de Göttingen, que é um autor sênior de um artigo aceito para a publicação no Astrophysical Journal.

“Existem importantes implicações para essa descoberta. Nós agora sabemos que planetas do tamanho da Terra se formaram durante os 13.8 bilhões de anos de vida do universo, o que poderia levar a hipótese para a existência de vida antiga na galáxia”, disse o Dr. Campante, que é o primeiro autor do artigo.

“Quando a Terra se formou, os planetas nesse sistema já eram mais velhos do que a Terra é hoje”.

“Esse é um dos sistemas mais antigos na galáxia. A Kepler-444 vem de uma primeira geração de estrelas. Esse sistema nos diz que planetas se formaram ao redor de estrelas aproximadamente 7 bilhões de anos antes do nosso próprio Sistema Solar”, disse o co-autor do artigo, Prof. Steve Kawaler da Universidade Estadual de Iowa.

“Essa descoberta pode agora ajudar a apontar o começo do que podemos chamar de a era da formação de planetas”, conclui o Dr. Campante.

Fonte:

http://www.sci-news.com/astronomy/science-kepler-444-five-exoplanets-11-billion-year-old-star-02437.html

alma_modificado_rodape105

CompartilheShare on FacebookTweet about this on TwitterShare on Google+Pin on PinterestShare on Tumblr

Comentários

  • Tiago

    Que ótima notícia!!!