Vinte coisas que Você Não Sabe Sobre os Planetas Anões

  1. Plutão – uma vez considerado o nono planeta, agora tem o infame título de primeiro planeta anão – foi descoberto por Clyde Tombaugh no Observatório Lowell a 80 anos atrás em uma série de fotos feitas do céu em Janeiro de 1930.
  2. As notícias sobre a descoberta foram mantidas em segredo, até 13 de Março, quando completava 75 anos do fundador do observatório, Percival Lowell, que era obcecado pela idéia de encontrar um planeta além de Netuno.
  3. Lowell também foi obcecado com a idéia de que alienígenas com sede tinham construído enormes redes de canais de irrigação em Marte. Essa idéia, porém não vingou.
  4. Começando cedo: Tombaugh era um observador de 24 anos de idade e não tinha freqüentado a universidade quando foi designada para ele a tarefa tediosa de vascular o céu procurando o Planeta X de Lowell.
  5. Tombaugh considerou muitos nomes para o seu novo planeta, incluindo “Percival” e “Lowell”. A sugestão vencedora veio de Venetia Burney, uma garota de 11 anos inglesa, cujo o avô tinha conexões com a Sociedade Astronômica Real.
  6. Plutão foi considerado planeta por 76 anos, até que a União Astronômica Internacional (IAU) criou a designação de “planeta anão”.
  7. A IAU reconhece cinco planetas anões: Plutão, Eris, Ceres, Makemake e Haumea.
  8. O astrônomo Mike Brown do Caltech descobriu em 2005 Eris, que é maior que Plutão, e isso ajudou muito para que Plutão tivesse sido rebaixado do posto de planeta.
  9. Brown usa no Twitter o nome de “Plutkiller”.
  10. Brown também liderou a equipe que encontrou Makemake e Haumea, fazendo dele a única pessoa na história responsável pela descoberta de três planetas.
  11. Eris está localizado a 10 bilhões de milhas do Sol, três vezes mais longe que Plutão, fazendo deste o objeto mais distante conhecido no Sistema Solar.
  12. Como o tempo passa: Haumea gira tão rápido que um dia nesse planeta anão leva somente 3.9 horas, provavelmente como resultado de um grande impacto.
  13. Makemake é coberto por metano congelado e como um cometa pode desenvolver uma atmosfera somente quando se aproxima do Sol e vaporiza esse metano.
  14. Com Plutão provavelmente aconteça a mesma coisa. Com isso talvez devêssemos chamá-los de cometas obesos e não de planetas anões.
  15. Mais uma questão de identidade: quando o monge italiano Giuseppe Piazzi descobriu Ceres em 1 de Janeiro de 1801, esse objeto também foi tratado como planeta.
  16. Por volta de 1850 os astrônomos perceberam que Ceres era somente um corpo grande entre todos aqueles objetos que circulam entre Marte e Júpiter e então reclassificaram como asteróide.
  17. Mas o peso de Ceres é maior do que o peso combinado dos outros asteróides e ele têm uma gravidade suficiente para deixá-lo com uma forma esférica – critérios fundamentais para uma nova classificação como planeta anão.
  18. Desenhado por uma criança? De acordo com os últimos estudos, a superfície de Ceres consiste de argila, e pode ter um interior constituído de uma lama e de uma argila molhada.
  19. Um bom ano para os planetas anões: Em 2015 a sonda Dawn da NASA irá atingir Ceres e a New Horizons irá alcançar Plutão, fornecendo assim uma chance de estudá-los em detalhe.
  20. A New Horizons leva com ela uma carga especial – alguns gramas do pó de Tombaugh.

Sérgio Sacani

Sérgio Sacani

Formado em geofísica pelo IAG da USP, mestre em engenharia do petróleo pela UNICAMP e doutor em geociências pela UNICAMP. Sérgio está à frente do Space Today, o maior canal de notícias sobre astronomia do Brasil.

Veja todos os posts

Arquivo

Instagram

Error validating access token: The session has been invalidated because the user changed their password or Facebook has changed the session for security reasons.