Via Láctea, Grande Nuvem de Magalhães E O Céu Espetacular Sobre o VLT do ESO no Chile

Esta Fotografia da Semana mostra a Via Láctea se estendendo sobre o Very Large Telescope (VLT) no Observatório do Paranal do ESO, demonstrando o impressionante nível de detalhe visível no céu noturno deste local remoto no deserto do Atacama no Chile. 

No Paranal, a Via Láctea repleta de estrelas é tão brilhante que, em uma noite escura, pode projetar sombras das pessoas e objetos! Esta imagem mostra inúmeras estrelas, faixas escuras de poeira e nuvens brilhantes de gás. Estas nuvens são locais de formação de estrelas; radiação energética emitida por estrelas recém-nascidas ioniza o hidrogênio presente nas nuvens de gás, fazendo com que estas brilhem em tons vermelho/rosa. Abaixo da Via Láctea, e logo por cima do telescópio que se encontra em primeiro plano, vemos a Grande Nuvem de Magalhães, uma galáxia anã que orbita a nossa Galáxia.

O VLT, o observatório óptico mais avançado do mundo, observa o céu noturno todas as noites a partir deste local. O VLT é, na realidade, composto por quatro Telescópios Principais, que podemos ver nesta imagem, e quatro Telescópios Auxiliares móveis menores (um dos quais vemos à distância, à esquerda do Telescópio Principal que se encontra em primeiro plano). Cada Telescópio Principal possui um espelho primário de 8,2 metros de diâmetro e é capaz de observar objetos quatro bilhões de vezes mais tênues do que os que podemos ver a olho nu. Imagine o que o VLT consegue ver neste glorioso céu noturno!

Crédito:

P. Horálek/ESO

Fonte:

https://www.eso.org/public/brazil/images/potw2017a/

Sérgio Sacani

Sérgio Sacani

Formado em geofísica pelo IAG da USP, mestre em engenharia do petróleo pela UNICAMP e doutor em geociências pela UNICAMP. Sérgio está à frente do Space Today, o maior canal de notícias sobre astronomia do Brasil.

Veja todos os posts

Arquivo

Instagram

Error validating access token: The session has been invalidated because the user changed their password or Facebook has changed the session for security reasons.