Ventos Selvagens Geram Paisagens Surpreendentes em Marte

Marte tem uma fina atmosfera com apenas 0.006 vezes a pressão atmosférica da Terra. Mas isso é suficiente para esculpir uma das mais dramáticas paisagens no Sistema Solar. A calota de gelo do pólo norte de Marte é marcado por uma enorme e bela feição chamada de Chasma Boreale, ela é mais profunda e mais larga que o Grand Canyon. Por quatro décadas os cientistas debateram como esses canyons se formaram. Usando o instrumento chamado Shallow Radar a bordo da sonda Mars Reconnaissance Orbiter da NASA, os pesquisadores estavam aptos a observar abaixo da superfície de gelo por pistas, em particular o radar pôde registrar diferenças na refletividade elétrica entre as camadas sobrepostas, mostrando como o gelo foi se acumulando com o passar dos tempos. Os dados revelam que a calota polar norte de Marte cresceu, e está mudando seus contornos devido aos padrões de ventos locais. Por milhões de anos, os ventos fracos mas persistentes arrancaram material da superfície do gelo e de poeira cavando a Chasma Boreale em toda a sua glória.

Fonte:

http://discovermagazine.com/2011/jan-feb/40

 

Sérgio Sacani

Sérgio Sacani

Formado em geofísica pelo IAG da USP, mestre em engenharia do petróleo pela UNICAMP e doutor em geociências pela UNICAMP. Sérgio está à frente do Space Today, o maior canal de notícias sobre astronomia do Brasil.

Veja todos os posts

Arquivo

Instagram

Error validating access token: The session has been invalidated because the user changed their password or Facebook has changed the session for security reasons.