Vales Invertidos na Região de Juventae Chasma em Marte

Localizado na parte sudoeste da região de Lunae Planum em Marte, o local onde as duas imagens foram obtidas para criar um Modelo Digital de Terreno está localizado pouco a norte da Juventae Chasma. Essa localização é notável por sua paisagem interpretada como vales invertidos onde o interior de um antigo vale está agora preservado como uma cadeia de montanhas.

Inversões na paisagem ocorrem em casos onde um antigo baixo topográfico é mais resistente à erosão do que as paredes do vale. Isso pode ocorrer devido a cimentação química, blindagem, ou preenchimento do vale por material, como o basalto. Nesse caso, as cadeias marcam a antiga localização da erosão causada por água que fluiu como corrente no passado distante de Marte.

Erosão, provavelmente causada pelo vento, arrancou as paredes do vale e as antigas passagens do fluxo foram preferencialmente preservadas como cadeias de montanhas. Essas cadeias prevalecem na sua maioria no centro da imagem, ondes elas assumem uma tendência norte-sul. Essa localização tem uma história complicada, os vales invertidos foram posteriormente enterrados por um manto de material, que é mais óbvio de ser observado no terço inferior da imagem à medida que ele se destaca na superfície.

Esse Modelo Digital de Terreno é útil para os cientistas mapearem a extensão de vários materiais em diferentes elevações e assim reconstruírem a sequência de eventos geológicos que ali ocorreram. Em adição a isso, o Modelo Digital de Terreno pode ser usado para medir o talude das cadeias de montanhas, um parâmetro que é crítico para modelar as antigas condições do fluxo de água em Marte.

Fonte:

http://hirise.lpl.arizona.edu/dtm/dtm.php?ID=PSP_007627_1765

Sérgio Sacani

Sérgio Sacani

Formado em geofísica pelo IAG da USP, mestre em engenharia do petróleo pela UNICAMP e doutor em geociências pela UNICAMP. Sérgio está à frente do Space Today, o maior canal de notícias sobre astronomia do Brasil.

Veja todos os posts

Arquivo