Uma Torta Em Marte

Valas e detritos formam a base dessa cratera em Marte fazendo com que ela lembre um pedaço de torta caído.

A imagem dessa pequena cratera em Marte foi  obtida pela câmera HiRISE a bordo da sonda Mars Reconnaissance Orbiter da Nasa.

Enquanto que na superfície de Marte não existe água em quantidade substancial para formar valas, os ventos e os fluxos de detritos podem criar feições semelhantes. Essas valas são encontradas na face polar dos taludes. Talvez os processos de congelamento e degelo tenham feito com que muitos detritos dos anéis tenham fluido para interior da cratera. Os geólogos teorizam que algumas cadeias no interior das crateras poderiam ser morenas. Morenas são locais onde pedaços de rochas, pedras, areia e sujeira se acumulam após terem sido perturbados por outros processos. Na Terra as morenas são normalmente associadas com geleiras. Em Marte contudo esses detritos poderiam se empilhar à medida que outras rochas e areia se acumulassem atrás deles.

À medida que você estiver explorando a cratera observe as dunas na base da cratera ao longo das bordas. Elas criam ângulos retos com a borda da cratera como se o vento tivesse feito um movimento de redemoinho em seu interior. Seria possível identificar outras dunas no interior da cratera.

Essa pequena cratera é parte de uma grande cratera conhecida como Cratera Newton. Denominada assim em homenagem ao Sir Isaac Newton e tem aproximadamente 300 km de diâmetro. Ela se localiza numa região repleta de crateras na região montanhosa de Terra Sirenum no hemisfério sul de Marte. Uma área baixa nas regiões montanhosas onde se acredita existia um lago que eventualmente secou e foi drenado.

Lançada com a sonda Mars Reconnaissance Orbiter ou MRO, em 2005, a câmera HiRISE é um dos seis instrumentos a bordo da sonda que orbita o planeta Marte. Essa câmera pode observar objetos no solo de Marte do tamanho de uma bola de futebol. Esse instrumento também pode fornecer aos cientistas imagens estereográficas da superfície de Marte.

Fonte:

http://www.starrycritters.com/martian-pie-shell/

Sérgio Sacani

Sérgio Sacani

Formado em geofísica pelo IAG da USP, mestre em engenharia do petróleo pela UNICAMP e doutor em geociências pela UNICAMP. Sérgio está à frente do Space Today, o maior canal de notícias sobre astronomia do Brasil.

Veja todos os posts

Arquivo