Uma Observação Sobre As Crateras do Polo Sul da Lua

A imagem da Lua acima mostra uma visão com o Sol relativamente alto em relação a uma região próxima do Polo Sul do nosso satélite. Na imagem é possível ver as crateras desde a Boussingault (a esquerda), passando pela Bogulslawsky (no centro) até a Schomberg (a direita). Além da cratera Bogulslawsky, está a Demonax (com terraços brilhantes e sombras profundas), e para a direita está a Scott (com uma pequena cratera brilhante no seu anel oposto). O astrônomo Jim Mosher mediu uma diferença de elevação de 8.7 km para a Scott, mas o ponto de sombra estava juntamente com uma cadeia na parte extrema direita, que provavelmente é parte do anel da bacia polar sul Aitken e não parte do anel da Scott, o que pode ter prejudicado as medidas. Além da Scott, outro explorador polar é homenageado nessa região da Lua e visível nessa imagem, a cratera Amundsen, com seu massivo pico Leibnitz Gamma (outro provável segmento do anel da Aitken) no seu anel esquerdo é visível acima. Essa imagem pode ser usada como complementar a uma imagem anterior da mesma região que é mostrada abaixo porém com uma iluminação mais baixa.

Fonte:

https://lpod.wikispaces.com/July+18%2C+2011

Sérgio Sacani

Sérgio Sacani

Formado em geofísica pelo IAG da USP, mestre em engenharia do petróleo pela UNICAMP e doutor em geociências pela UNICAMP. Sérgio está à frente do Space Today, o maior canal de notícias sobre astronomia do Brasil.

Veja todos os posts

Arquivo

Instagram

Error validating access token: The session has been invalidated because the user changed their password or Facebook has changed the session for security reasons.