fbpx

Uma Bela Galáxia Com Um Núcleo Ativo No Centro Nessa Bela Imagem do Hubble

This swirling mass of celestial gas, dust, and stars is a moderately luminous spiral galaxy named ESO 021-G004, located just under 130 million light-years away.  This galaxy has something known as an active galactic nucleus. While this phrase sounds complex, this simply means that astronomers measure a lot of radiation at all wavelengths coming from the centre of the galaxy. This radiation is generated by material falling inwards into the very central region of ESO 021-G004, and meeting the behemoth lurking there — a supermassive black hole. As material falls towards this black hole it is dragged into orbit as part of an accretion disc; it becomes superheated as it swirls around and around, emitting characteristic high-energy radiation until it is eventually devoured. The data comprising this image were gathered by the Wide Field Camera 3 aboard the NASA/ESA Hubble Space Telescope.

Essa massa de gás, poeira e estrelas espiralando é uma galáxia espiral de luminosidade moderada conhecida como ESO 021-G004, localizada a apenas 130 milhões de anos-luz de distância da Terra.

Essa galáxia tem algo conhecido como um núcleo ativo de galáxia. Essa frase pode soar como sendo complexa, mas isso significa, simplesmente que os astrônomos conseguem medir uma grande quantidade de radiação em todos os comprimentos de onda vinda do centro da galáxia. Essa radiação é gerada pelo material que está caindo no centro da galáxia e está encontrando ali um gigantesco buraco negro supermassivo . À medida que o material cai em direção ao buraco negro, parte desse material é colocado numa órbita ao redor do buraco negro, numa estrutura conhecida como disco de acreção. Esse material se torna então super aquecido, à medida que gira ao redor do buraco negro emitindo uma radiação de alta energia característica, até ser devorada, aí outra matéria é colocada ali no disco de acreção, aquece, gira, emite radiação e depois é devorada e assim sucessivamente.

Para fazer essa imagem, os astrônomos usaram dados obtidos pela Wide Field Camera 3 a bordo do Telescópio Espacial Hubble da NASA/ESA.

Crédito:

ESA/Hubble & NASA, D. Rosario et al.

Fonte:

https://spacetelescope.org/images/potw1951a/

Sérgio Sacani

Sérgio Sacani

Formado em geofísica pelo IAG da USP, mestre em engenharia do petróleo pela UNICAMP e doutor em geociências pela UNICAMP. Sérgio está à frente do Space Today, o maior canal de notícias sobre astronomia do Brasil.

Veja todos os posts

Arquivo

Instagram

Error validating access token: The session has been invalidated because the user changed their password or Facebook has changed the session for security reasons.