Um Fluxo Rápido e Curto na Região de Ravi Vallis em Marte

Com aproximadamente 200 km de comprimento, a Ravi Vallis em Marte, nasceu numa inundação de água da Aromatum Chaos (a esquerda). As águas correram por uma passagem através da região conhecida como Xanthe Terra, semeando no mínimo duas regiões de caos no canal (ao centro) e então esbarrando sobre a borda do platô para então desaparecer em outra região de caos (à direita em primeiro plano). Na distância à esquerda está a Cratera Orson Welles e a passagem meandrante do Shalbatana Vallis, um fluxo muito maior de canal talvez relacionado hidrologicamente ao Ravi. Essa imagem foi feita com a visada para noroeste a uma altitude de aproximadamente 120 quilômetros com um exagero vertical de 1.5x.

Fonte:

http://themis.asu.edu/vistas/5623

 

Sérgio Sacani

Sérgio Sacani

Formado em geofísica pelo IAG da USP, mestre em engenharia do petróleo pela UNICAMP e doutor em geociências pela UNICAMP. Sérgio está à frente do Space Today, o maior canal de notícias sobre astronomia do Brasil.

Veja todos os posts

Arquivo